quinta-feira, 15 de agosto de 2013

PRESA QUADRILHA DO ROUBO DA OUROMINAS


Presa quadrilha iterestadual que roubou carga de Ouro da Ourominas em Manaus

Policiais da Delegacia Especializada de Roubos Furtos e Defraudações, depois de três de investigações desarticularam uma quadrilha interestadual que no dia 10 de abril roubou cerca de 26 quilos em barras de ouro, avaliada em mais de R$ 2 milhões, de um avião no Aeroclube de Manaus. Foram presos ontem Antônio Nogueira Araujo, 25, Cláudio Moises Aranha da Costa, 46, o "Aranha", Francisco Vitoriano da Silva, 50, o "Branquinho", Gilvan dos Reis da Silva, 48, Richardes Cordeiros de Camargos, 27 e o funcionário da Ouro Minas Gleimis Evangelista Lopes, 42.
Policiais da Delegacia Especializada de Roubos Furtos e Defraudações, depois de três de investigações desarticularam uma quadrilha interestadual que no dia 10 de abril roubou cerca de 26 quilos em barras de ouro, avaliada em mais de R$ 2 milhões, de um avião no Aeroclube de Manaus. Foram presos ontem Antônio Nogueira Araujo, 25, Cláudio Moises Aranha da Costa, 46, o "Aranha", Francisco Vitoriano da Silva, 50, o "Branquinho", Gilvan dos Reis da Silva, 48, Richardes Cordeiros de Camargos, 27 e o funcionário da Ouro Minas Gleimis Evangelista Lopes, 42.
Dos seis acusados quatro foram presos em Manaus, em um sítio localizado no quilômetro 2 da BR 174 (Manaus/Boa Vista) e os outros dois, em Itaituba, no Pará, de onde a carga saiu no dia 10 de abril com destino a Manaus.
Com o bando, os policiais conseguiram recuperar cerca de 20 quilos dos 26 de ouro, roubados. Um Celta, de cor vermelho, usado no assalto, foi roubado em Manaus, seis dias antes da quadrilha realizar o assalto.
De acordo com o delegado Orlando Amaral, que comandou as investigações, o funcionário da Ouro Minas, Gleimis Evangelista Lopes, que há anos realizava o transporte da carga de Itaituba para Manaus, foi quem deu as informações para a quadrilha interestadual realizar o assalto.
O ex-garimpeiro Francisco Vitoriano da Silva, 50, o "Branquinho", preso na ação, participou de um assalto a agência do Banco do Brasil, em Maués, que resultou na morte do policial civil.
Fotos: Pedro Braga Jr / Portal do Holanda
Portal do Holanda


Dos seis acusados quatro foram presos em Manaus, em um sítio localizado no quilômetro 2 da BR 174 (Manaus/Boa Vista) e os outros dois, em Itaituba, no Pará, de onde a carga saiu no dia 10 de abril com destino a Manaus.

Com o bando, os policiais conseguiram recuperar cerca de 20 quilos dos 26 de ouro, roubados. Um Celta, de cor vermelho, usado no assalto, foi roubado em Manaus, seis dias antes da quadrilha realizar o assalto.
De acordo com o delegado Orlando Amaral, que comandou as investigações, o funcionário da Ouro Minas, Gleimis Evangelista Lopes, que há anos realizava o transporte da carga de Itaituba para Manaus, foi quem deu as informações para a quadrilha interestadual realizar o assalto.
O ex-garimpeiro Francisco Vitoriano da Silva, 50, o "Branquinho", preso na ação, participou de um assalto a agência do Banco do Brasil, em Maués, que resultou na morte do policial civil.
Fonte: Portal do Holanda

Nenhum comentário: