quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Apagão deixa Rio Branco sem energia elétrica por quase seis horas

Distribuidora desconhece causa do apagão.Foto: Sérgio Vale/Secom-AC

Concessionária de energia ainda não sabe o que ocasionou a interrupção no fornecimento

RIO BRANCO - Os 357 mil habitantes da capital do Acre passaram a tarde desta terça-feira (17) sem energia elétrica. Mesmo depois de 24h, a concessionária de energia elétrica ainda não sabe o motivo do apagão que durou quase seis horas e atingiu, também, cidades vizinhas. A energia foi interrompida por volta de 12h30.
Distribuidora desconhece causa do apagão.Foto: Sérgio Vale/Secom-AC
Eletrobrás Distribuição Acre ainda não tem explicações para apagão. Foto: Anne Moura/Portal Amazônia 
Eletrobrás Distribuição Acre ainda não tem explicações para apagão. Foto: Anne Moura/Portal Amazônia
De acordo com a Eletrobras Distribuição Acre, responsável pelo fornecimento em todo o Estado, as causas da interrupção ainda estão "em processo de investigação", mas de acordo com a assessoria do órgão, a energia teria sido estabelecida por volta das 13h45 em apenas alguns pontos centrais de Rio Branco. A maior parte da cidade, porém, esteve sem energia até quase 18h.
A falta de energia elétrica prejudicou o pexeiro José Luiz Cardoso. “Perdi tudo. Como tenho uma peixaria, vi todo o meu estoque perdido, já que fiquei sem luz por quase quatro horas. Peixes estragam com esse tempo”,contou o morador do bairro Floresta, que preferiu não ser fotografado em seu estabelecimento por ainda estar transtornado com a perda da mercadoria devido ao apagão.
Em nota enviada à imprensa, a Eletrobras afirma que as "causas do incidente coincidem com as obras para a modernização tecnológica do sistema de automoção da Subestação Tangará". O texto diz, ainda, que a empresa “agradece a compreensão de todos e pede desculpas pelos transtornos".
A concessionária lidera o ranking de reclamações, pelo terceiro ano consecutivo, do Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) do Acre. Neste ano, o órgão apontou a empresa com mais reclamações no Estado, no ano de 2012. A companhia acumulou 132 queixas no Procon, das quais 27 não foram atendidas. As principais reclamações são de leituras erradas no contador de energia e supostas alterações no verdadeiro valor da conta mensal.
Prejuízo com apagão
A assessora jurídica do Procon do Acre, Vânia Lima de Souza, explica o que fazer em caso de prejuízo durante apagões. "De início, a pessoa tem que comparecer diretamente na Eletrobras. O cliente tem de levar três orçamentos, no caso de eletrodomésticos, e solicitar da distribuidora o conserto do aparelho. Eles [a concessionária] darão a entrada no conserto do aparelho”.
Vânia acrescentou, ainda, quu no caso de produtos perecíveis, como os peixes de José Luiz Cardoso, a situação é um pouco mais complicada. “Geralmente, a Eletrobras não quer se responsabilizar. Neste caso, é necessária uma intermediação com a concessionária e, normalmente, é por meio judicial”.

Nenhum comentário: