Postagem em destaque

Helder deve ser julgado nesta quinta-feira pelo TRE

Ministro é acusado de abuso de uso indevido dos meios de comunicação O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB), dever...

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Passageiro assume o controle e pousa avião após piloto desmaiar

John Wildey

John Wildey, de 77 anos, aterrissou a aeronave modelo Cessna seguindo instruções que operadores passaram pela rádio. 'Foi um acidente controlado', disse

O passageiro John Wildey, de 77 anos, pousou um avião após o piloto desmaiar em cima do painel de controle (Sky News/Reprodução)
Um homem que nunca tinha pilotado um avião foi obrigado a pousar uma aeronave durante um voo entre as cidades de Scunthorpe, ao norte da Inglaterra, e Skegness, ao leste do país. O avião modelo Cessna 172 levava apenas um passageiro quando o piloto desmaiou em pleno voo. Sem nunca ter encostado em um manche, John Wildey, de 77 anos, assumiu então os controles e conseguiu descer a aeronave seguindo as orientações dos operadores do aeroporto mais próximo. O piloto morreu no hospital.
Leia também: Queda de avião da Embraer deixa 16 mortos na Nigéria
“Eu só queria continuar pilotando para poder descer. A minha sorte foi que os operadores falavam comigo o tempo todo. Eles me deram confiança”, disse Wildey, em entrevista à rede britânica BBC. Ele comparou o pouso a um “acidente controlado”.
Segundo a rede americana CNN, os instrutores pediram a Wildey que fizesse a aeronave voar em círculos quatro vezes para que ele pudesse memorizar os controles e se sentir mais confiante. “Existiam outras adversidades. Estava ficando escuro, e por isso tínhamos pouco tempo”, afirmou Roy Murray, um dos operadores que ajudaram Wildey.  “Eu nunca havia voado no avião em que ele estava, então os controles estavam todos em diferentes posições. Como estava escuro, eu não queria que o passageiro olhasse para o painel e perdesse o controle do avião. Ele fez uma aterrissagem cega, sem luzes no cockpit”, declarou o operador.
Sky News/Reprodução
O passageiro John Wildey, de 77 anos
O passageiro também prestou condolências aos familiares do piloto (que não teve o nome divulgado a pedido de familiares) e lembrou que ele conseguiu fazer um chamado de emergência antes de desmaiar. “Tivemos uma boa conversa e demos muitas risadas antes de tudo isso acontecer. Eu não consegui dormir na última noite pensando sobre o que eu poderia ou deveria ter feito diferente”, afirmou Wildey. “Eu sinto muito por sua mulher e parentes, porque eles foram os que realmente sofreram com tudo isso.”

Reações:

0 comentários: