sábado, 2 de novembro de 2013

Ministro anuncia implantação de um novo linhão para o Oeste do Pará

A audiência com o ministro Edson Lobão, na manhã desta sexta-feira, 1º. de novembro, foi considerada positiva pelo vereador do PPS, Dayan Serique. Ele integra a comitiva, de políticos e empresários da região, que foi até a capital federal pedir providências para as constantes quedas de energia elétrica que afetam o Oeste do Pará. Além do vereador Dayan Serique, participaram da audiência o governador Simão Jatene; os prefeitos de Santarém, Alexandre Von e Juruti, Marco Aurélio; deputados federais Nilson Pinto e Lira Maia; deputados estaduais, Nélio Aguiar e Josefina Carmo, vereador Reginaldo Campos e o presidente da Câmara Municipal de Santarém, Henderson Pinto, além de vereadores dos municípios de Itaituba, Mojui dos Campos, Alenquer, Altamira, Oriximiná e Juruti.

Na ocasião, as lideranças paraenses apresentaram a problemática enfrentada por milhares de pessoas e pediram urgência na tomada de providências. O ministro ficou sensibilizado e prometeu abrir licitação, ainda no primeiro semestre de 2014, para que um novo linhão seja implantado, a fim de atender com eficácia o município de Santarém e região. Enquanto isso, Lobão garantiu que irá disponibilizar uma usina termoelétrica para atender o oeste paraense, nesse período de transição.“Embora isso não resolva 100 por cento as oscilações de energia, pelo menos, nós vamos poder respirar mais aliviado, pois sabemos que soluções estão sendo tomadas pelo governo federal”, ressaltou o vereador Dayan Serique, afirmando que não vai parar de cobrar enquanto o problema não for resolvido em definitivo.

O prefeito Alexandre Von, sugeriu a implantação de um segundo linhão em alta tensão com 230 KV do Xingu para Santarém.

Na audiência o governador do Estado, Simão Jatene, disse que não acha justo que o Pará, líder na questão produtora de energia da região Norte, sofra com a falta de energia elétrica. Por isso, juntamente com as demais lideranças políticas, defendeu o rebaixamento do linhão da calha norte, previsto para atender Manaus (AM) e Macapá (AP). 
A proposta foi aceita pelo ministro que, por meio da equipe técnica do Ministério de Minas e Energia, fará estudo sobre as linhas de financiamentos previstas para esse tipo de ação.

De acordo com o vereador Dayan Serique, a audiência foi apenas uma alternativa para tentar evitar que a região continue sofrendo com as quedas de energia. “A população do Oeste do Pará, há muito tempo, deseja uma energia firme, então nós estamos trabalhando para oferecer o que a nossa gente precisa”, acrescentou Dayan Serique.


Segundo o vereador, a partir do momento em que o problema for solucionado o município de Santarém, tende a crescer, cada vez mais, economicamente. Outro ponto positivo é em relação a qualidade de vida, tão clamada pelo povo do Oeste do Pará.

*É jornalista e assessora parlamentar
Reações:

0 comentários: