sábado, 11 de janeiro de 2014

Sisu encerra prazo de inscrição com pelo menos 2,4 milhões de candidatos

Site ficou aberto para inscrições entre a segunda (6) e esta sexta-feira (10).
Primeira chamada será divulgada na segunda-feira (13).

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) encerrou as inscrições para a edição do primeiro semestre de 2014. Pelo menos 2,4 milhões de candidatos estão concorrendo a mais de 171 mil vagas em cursos de ensino superior de 115 instituições públicas do país. O resultado da primeira chamada será divulgado na segunda-feira (13).
Até as 20h desta sexta-feira (10), quando foi fechado o último balanço parcial de inscritos, o sistema tinha 2.475.097 candidatos, segundo informações da assessoria de imprensa do Ministério da Educação. Esse número corresponde a 49% do total de estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013, que foi de 5.041.921. De acordo com a assessoria de imprensa do MEC, o balanço total de inscritos no Sisu deve ser divulgado na segunda-feira.
Nesta primeira edição de 2014, o sistema oferece 171.401 vagas em 4.723 cursos de 115 instituições públicas de educação superior (clique no mapa acima para ver onde estão as vagas).
Maiores notas de corte
Na tarde de quinta-feira (9), o MEC divulgou uma lista com as 20 maiores notas de corte. Segundo os dados, o curso de medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Cidade Universitária, é o que exige a maior nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na ampla concorrência. Para garantir a aprovação, os candidatos que não se enquadram em nenhum quesito de cotas precisam ter pelo menos 822,9 na média final do exame. A nota de corte para os candidatos cotistas no mesmo curso é de 807,59, a sexta maior de todos os mais de 4 mil cursos do Sisu.
A UFRJ tinha sete das 20 maiores notas de corte até o último balanço parcial do MEC. A maior concorrência, porém, era no curso de medicina de ampla concorrência na Universidade de Brasília (UnB), com 135,10 candidatos disputando cada vaga. Das 20 maiores notas, 13 são para cursos de medicina oferecidos pelo Sisu.
Os dados se referem ao balanço parcial feito pelo MEC na madrugada desta quinta-feira, e incluem apenas os cursos que têm a maioria de suas vagas no Sisu. O curso de medicina da Universidade Federal do Pará (UFPA), que na terça-feira (7) tinha nota de corte de 869,15 pontos, não entrou nessa listagem porque, segundo o MEC, apenas 20% das vagas estão no Sisu – as demais são selecionadas pelo vestibular tradicional.
Cotistas X ampla concorrência
A relação de candidatos inscritos por vagas oferecidas no sistema é maior entre quem se inscreveu pela lei federal de cotas do que na ampla concorrência, segundo dados divulgados na manhã desta quinta pelo ministério. Segundo balanço apurado às 6h40 de quinta-feira, a relação na ampla concorrência era de 22,77 candidatos por vaga. Já entre os cotistas, a disputa era de 25,10 candidatos por vaga.
Pela lei federal de cotas, em 2014 pelo menos 25% das vagas de cursos em instituições públicas de ensino superior devem ser destinadas a alunos vindos de escolas públicas. Dentro desse grupo, metade das vagas será reservada a estudantes com renda familiar de até 1,5 salário mínimo. Outra parte será ocupada por alunos negros, pardos e indígenas, em divisão feita proporcionalmente à porcentagem de negros, pardos e índios na população do estado da instituição, segundo o mais recente Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
As vagas estão distribuídas entre ampla concorrência, com 96.253 vagas, o que corresponde a 56,2% do total, lei de cotas, com 64.082 vagas, correspondentes a 37,4%, e ações afirmativas específicas e complementares, com 11.066  vagas, representando 6,5%. Segundo o MEC, 61 instituições participantes do Sisu (mais da metade das 115) já ofertam mais de 50% das vagas para cotistas.
Resultados
Na próxima segunda-feira (13) será divulgada a primeira chamada do Sisu para o primeiro semestre de 2014. Os candidatos aprovados deverão fazer a matrícula nos dias 17, 20 e 21 de janeiro, nas instituições de ensino que oferecem as vagas, apresentando os documentos exigidos por elas e pela lei federal de cotas.
A segunda chamada será divulgada no dia 27 de janeiro, e a matrícula deverá ser feita nos dias 31 de janeiro e 3 e 4 de fevereiro.
Os candidatos que não forem convocados nas duas chamadas terão o período entre os dias 27 de janeiro e 7 de fevereiro para manifestar interesse em participar da lista de espera, usada pelas instituições de ensino para preencher as vagas que ainda estiverem abertas.

Nenhum comentário: