quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Homem acusado de crime barbado em Itaituba é preso em Crepurizinho pela PM

Marcelo Teixeira Pereira, de 24 anos, foi preso nesta segunda feira, 08 de fevereiro, por policiais militares destacados no distrito de crepurizinho, município de Itaituba, sudoeste do estado.


                                      (Marcelo/acusado)
A prisão de Marcelo foi por força de um mandado de prisão temporária expedido pelo Juiz Dr. Claytoney Passos em 01 de Abril de 2015. Marcelo é suspeito ter participado diretamente na morte da Sasha Conceição de Oliveira, de 17 anos, ocorrido no mês de março de 2015 em uma casa em construção no loteamento Buriti. Sasha era estudante da Escola Fernando Guilhon e morava na 2ª Rua do Bairro Bela Vista.

                                     (Mandado de prisão)
A jovem foi morta com requintes de crueldades, sem chance de defesa, foi espancada, teve sua roupa parcialmente tirada e os assassinos usaram um pedaço de madeira e tijolos para bater na vitima ate a morte, seu rosto ficou desfigurado. 
                                                   (Vitima)
A morte da jovem causou grande comoção em Itaituba e região pela forma que aconteceu. A policia conseguiu identificar três pessoas que teriam sido visto com a vitima na noite do crime, sendo: Marcelo Teixeira Pereira; e mais dois identificados por “Pingüim” e “Cabelo”, os três são suspeitos de terem matado a jovem. Na época eles foram identificados e conduzidas para a delegacia de policia, mas ninguém ficou preso, porque não se tinha mandado de prisão contra os suspeitos e já estava foram do flagrante.
 Marcelo estava trabalhando na região do distrito de crepurizinho e foi identificado pelo serviço reservado da policia militar, que repassou as informações para os militares destacados nos distritos, que por sua vez detiveram Marcelo, o mesmo não esboçou nenhuma reação. Marcelo foi preso, conduzido para Itaituba e levado para delegacia de policia, onde foi ouvido pelo delegado José Dias Bezerra. 

                             (PMs que prenderam Marcelo)
Em depoimento ao delegado; Marcelo disse que, apenas teria dado dois chutes na vitima e acusou “Cabelo” e “Pingüim” de terem matado a jovem. Por sua vez quando foi preso “Cabelo” tio de Sacha acusou Marcelo como sendo um dos executores do crime, acusando ele de ter dado as pauladas na cabeça da jovem.


                               (Marcelo com Dpc/ Bezerra)
Em contato com (BJR) o delegado disse que os três têm participação direta na morte da jovem Sacha. Eles irão ser enquadrados no Art. 121. Matar alguém: Pena - reclusão, de seis a vinte anos. Motivação: A policia trabalha com a hipótese de crime de encomenda. 

FONTE-TEXTO: JUNIOR RIBEIRO...

FONTE-FOTOS: Marinaldo Silva, PM e arquivo do Blog...
Reações:

0 comentários: