segunda-feira, 4 de abril de 2016

10ª Copa Ouro vai ser especial

Ivan Araújo
Foto: JParente

Está faltando cerca de um mês para o começo da 10ª Copa Ouro de Futsal, no ano em que o evento completa dez anos e o ginásio poliesportivo faz cinco anos de inaugurado. O Jornal do Comércio conversou com o diretor da TV Tapajoara, Ivan Araújo e com o coordenador técnico da copa, Weliton Lima, que deram detalhes da próxima edição.

            “Estamos tratando essa copa com um carinho muito especial. Esse evento cujo nascimento e a realização o Jornal do Comércio acompanhou, e continua acompanhando cada uma das edições, nos primeiros quatro ou cinco anos desenvolveu campanhas solidárias, que contemplaram mais de 4.800 famílias. Em 2010 nós conseguimos doar para a APAE uma piscina de água aquecida, para atendimento dos meninos especiais. Mas, chegou um momento em que a copa cresceu demais, o que levou os clubes a pedirem que aqueles 7% que eram utilizados para essa parte social fossem destinados a eles, pois os custos ficaram muito elevados. Este ano, embora numa proporção menor, a TV Tapajoara vai aplicar de sua parte do faturamento, uma importância a ser definida, provavelmente na Pastoral da Criança, que faz um trabalho muito importante.” disse Ivan.
Weliton Lima
Foto: JParente
            Investindo na divulgação – Ivan Araújo afirmou que a emissora vai investir ainda mais na divulgação da competição, para que essa edição fique marcada de forma indelével. Disse que foi contratada uma empresa que fará um hot site para copa. Todas as redes sociais serão abastecidas com informações simultâneas, em tempo real, sobre tudo que estiver acontecendo no ginásio, e todos os jogos terão transmissão por esse site, com áudio da rádio e imagem da TV. Os troféus serão personalizados. Da mesma forma, as medalhas. Tudo será feito fora de Itaituba. Ivan disse que acredita que a Copa Ouro 2016 será equivalente a uma Liga Nacional realizada em Itaituba.
            Weliton: não haverá disputa de 3º lugar – Weliton Lima é o coordenador geral da Copa Ouro. Em conversa com a reportagem do JC ele disse que quase não existem novidades no que diz respeito à fórmula de disputa, porque ela caiu no gosto de todos, incluindo as equipes, e por isso não há muito no que se mexer. Uma das poucas mudanças é que foi abolida a disputa pelo terceiro lugar. A razão disso, falou Weliton, é que essa disputa não interessa aos clubes, além de representar uma economia considerável, tanto para as equipes, que podem dispensar seus atletas três ou quatro dias antes da grande decisão, evitando gastos desnecessários. Além disso, sobra um pouco mais de dinheiro para os dois finalistas e também evita alguma despesa para a coordenação.
            Passe preso – Os clubes aprovaram, ano passado, um artigo no regulamento que prende o jogador por dois anos ao clube pelo qual ele disputar a Copa Ouro. Quem jogou ano passado por qualquer dos clubes que participou da 9ª Copa Ouro, este ano só poderá jogar pelo mesmo. A exceção é se a equipe que o atleta defendeu não participar da competição. Todos os jogadores que se enquadram nesse artigo, estarão livres para atuar por outra  equipe ano que vem. Entretanto, quem participar este ano pela primeira vez, ficará preso ao clube para o ano que vem. Mas, isso ainda vai ser motivo de discussão para a copa seguinte. Ou seja, não foi batido o martelo e pode ser que esse artigo venha a ser suprimido.
            A premiação foi aumentada. Este ano serão distribuídos R$ 30 mil entre os três primeiros colocados, cabendo ao campeão a importância de R$ 15 mil. O preço do ingresso será mantido, cobrando-se R$ 5,00 de adultos e R$ 3,00 crianças e meia entrada. Com a crise, disse Weliton, não dá nem para pensar em majorar. Lembrando que a 10ª Copa Ouro vai começar no dia 1º de maio.

********Essa matéria está na edição impressa do Jornal do Comércio, número 212, que está circulando desde o final da semana que passou
Fonte:http://jotaparente.blogspot.com.br/ 

Nenhum comentário: