Postagem em destaque

Helder deve ser julgado nesta quinta-feira pelo TRE

Ministro é acusado de abuso de uso indevido dos meios de comunicação O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB), dever...

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Arbitragem quase estraga a rodada da Copa Ouro, de Terça Feira (17).

Jailson Jr., que foi o pivô do
gol que entrou e ele marcou,
mas, depois ficou em dúvida
 Dois árbitros experientes, que vivem apitando jogos na região há muitos anos, com vasta experiência na Copa Ouro, Jailson Jr. e Laurimar Baía viveram uma noite muito ruim, ontem. Prefiro dizer que foi uma noite infeliz deles, pois ninguém coloca em dúvida a capacidade de ambos.

            Eles começaram a se complicar a partir do primeiro jogo entre Cálculos e Madeireira Angelim, equivocando-se em várias marcações. Porém, o jogo foi mais do que tranquilo para dirigir, e terminou maiores problemas.

            A situação piorou muito no segundo jogo, clássico da Copa Ouro, entre A Manauara e Climafrio, partida muito importante.

            Jogo bom, mas, muito pegado. Todavia, excetuando algumas infrações em que os atletas chegaram com mais força, dava para ter levado sem perder o controle.

            O momento culminante foi quando A Manauara empatou a partida em 2x2, pois o goleiro Rafael, da Climafrio, puxou a bola que havia entrado cerca de 20 centímetros. Isso foi perto do final do primeiro tempo.

Jaílson Jr. marcou o gol, mas, sem muita convicção.

Como é natural em uma partida valendo três pontos, entre duas equipes de ponta, o time do Climafrio correu para cima do árbitro dizendo que a bola não tinha entrado.

Mais confusos do que em qualquer outro momento, os dois ficaram sem saber que decisão tomar, sobretudo Jailson, que foi quem deu o gol.

Foi pedido que a dúvida fosse tirada pela câmera da TV Tapajoara que estava filmando o jogo, com o que Jailson concordou.

Ficou claro que a bola entrou, mas, a arbitragem entrou pelo cano porque perdeu completamente o comando do jogo a partir daquele acontecimento, que passou a ser apitado pelos jogadores, tanto em quadra, quanto fora, porque Jailson e Laurimar não tinham mais nenhuma autoridade.

Houve de tudo, mas, felizmente o jogo terminou sem que descambasse para a violência, sendo uma partida muito boa de se ver, na qual o time do Climafrio foi melhor.

Eu comentei esse jogo, juntamente com Weliton Lima, e tanto eu quanto ele fomos enfáticos ao dizer que a decisão dos árbitros, de pedir que a dúvida fosse tirada pela câmera foi totalmente equivocada e destituída de qualquer apoio legal.

Eles criaram uma situação que poderia abrir um precedente cujas consequências para o bom andamento da competição poderiam ser desastrosas, pois bastava alguma equipe que se sentisse prejudicada entrasse com um recurso na comissão disciplinar, alegando a falta de amparo legal para aquela decisão.

Certamente a coordenação do evento irá tomar medidas para evitar que isso se repita, mas o estrago já está feito, pois hoje, eu mesmo fui abordado por diversos torcedores, tantos alguns que estavam no ginásio e viram tudo, quanto por ouvintes da Rádio Tapajoara, que comentaram os desacertos dos árbitros.

Infelizmente, esses dois bons árbitros, ontem conseguiram a proeza de desagradar os dois times, as duas torcidas, a coordenação, a imprensa e até quem não torce por nenhum das duas equipes, mas que pagou ingresso para ver os jogos.

Vamos torcer para que os responsáveis pela arbitragem do jogo dos desesperados, amanhã, entre Trovão Azul x Hay Fay, estejam em uma noite mais inspirada.  Dois árbitros experientes, que vivem apitando jogos na região há muitos anos, com vasta experiência na Copa Ouro, Jailson Jr. e Laurimar Baía viveram uma noite muito ruim, ontem. Prefiro dizer que foi uma noite infeliz deles, pois ninguém coloca em dúvida a capacidade de ambos.

            Eles começaram a se complicar a partir do primeiro jogo entre Cálculos e Madeireira Angelim, equivocando-se em várias marcações. Porém, o jogo foi mais do que tranquilo para dirigir, e terminou maiores problemas.

            A situação piorou muito no segundo jogo, clássico da Copa Ouro, entre A Manauara e Climafrio, partida muito importante.

            Jogo bom, mas, muito pegado. Todavia, excetuando algumas infrações em que os atletas chegaram com mais força, dava para ter levado sem perder o controle.

            O momento culminante foi quando A Manauara empatou a partida em 2x2, pois o goleiro Rafael, da Climafrio, puxou a bola que havia entrado cerca de 20 centímetros. Isso foi perto do final do primeiro tempo.

Jaílson Jr. marcou o gol, mas, sem muita convicção.

Como é natural em uma partida valendo três pontos, entre duas equipes de ponta, o time do Climafrio correu para cima do árbitro dizendo que a bola não tinha entrado.

Mais confusos do que em qualquer outro momento, os dois ficaram sem saber que decisão tomar, sobretudo Jailson, que foi quem deu o gol.

Foi pedido que a dúvida fosse tirada pela câmera da TV Tapajoara que estava filmando o jogo, com o que Jailson concordou.

Ficou claro que a bola entrou, mas, a arbitragem entrou pelo cano porque perdeu completamente o comando do jogo a partir daquele acontecimento, que passou a ser apitado pelos jogadores, tanto em quadra, quanto fora, porque Jailson e Laurimar não tinham mais nenhuma autoridade.

Houve de tudo, mas, felizmente o jogo terminou sem que descambasse para a violência, sendo uma partida muito boa de se ver, na qual o time do Climafrio foi melhor.

Eu comentei esse jogo, juntamente com Weliton Lima, e tanto eu quanto ele fomos enfáticos ao dizer que a decisão dos árbitros, de pedir que a dúvida fosse tirada pela câmera foi totalmente equivocada e destituída de qualquer apoio legal.

Eles criaram uma situação que poderia abrir um precedente cujas consequências para o bom andamento da competição poderiam ser desastrosas, pois bastava alguma equipe que se sentisse prejudicada entrasse com um recurso na comissão disciplinar, alegando a falta de amparo legal para aquela decisão.

Certamente a coordenação do evento irá tomar medidas para evitar que isso se repita, mas o estrago já está feito, pois hoje, eu mesmo fui abordado por diversos torcedores, tantos alguns que estavam no ginásio e viram tudo, quanto por ouvintes da Rádio Tapajoara, que comentaram os desacertos dos árbitros.

Infelizmente, esses dois bons árbitros, ontem conseguiram a proeza de desagradar os dois times, as duas torcidas, a coordenação, a imprensa e até quem não torce por nenhum das duas equipes, mas que pagou ingresso para ver os jogos.


Vamos torcer para que os responsáveis pela arbitragem do jogo dos desesperados, amanhã, entre Trovão Azul x Hay Fay, estejam em uma noite mais inspirada.

Reações:

0 comentários: