sábado, 13 de agosto de 2016

Empresário é preso durante operação da PF contra pedofilia.

Segunda fase da operação ‘Ilha de Capri’ cumpriu mandados em Belém, Ananindeua e Marituba
Um empresário de 36 anos foi preso pela Polícia Federal durante a segunda fase da operação ‘Ilha de Capri’, deflagrada nesta sexta-feira (12), para combater a pedofilia na internet. A ação foi executada nas cidades de Belém, Ananindeua e Marituba. Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos. A polícia apreendeu computadores.
No último dia 24 de junho, a polícia prendeu três pessoas nas cidades de Belém e Marabá durante a primeira fase da operação. Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão. Os presos são acusados de posse e compartilhamento de arquivos contendo cenas de abuso sexual infantil.
Segundo a PF, desde 2014 a corporação vem intensificando o combate à pedofilia. Já foram realizados no Pará as operações ‘Temeluch’, ‘Ibejis’ e ‘Ilha de Capri I’. O nome da operação desta sexta faz aluação ao local onde o imperador romano Tibério se exilava para praticar pedofilia.

ORMNEWS

Nenhum comentário: