quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Após protestos vereadores decidem ficar sem reajuste salarial no PA

Os 13 vereadores do município de Paragominas, nordeste do estado, decidiram por unanimidade, votar contra o aumento dos próprios salários, nesta terça-feira (25). A decisão foi tomada depois de protestos da população.
No mês de maio, os mesmos vereadores já tinham aprovado um projeto que aumentava os vencimentos dos parlamentares para R$ 12.500,00, em 2017. Com a votação, o salário dos vereadores será mantido em R$ 8 mil. A decisão foi comemorada pelos moradores da cidade.
No mês de outubro, o reajuste teve repercussão e os moradores fizeram um abaixo assinado com quase duas mil assinaturas propondo a redução do salário o equivalente ao salário de um professor do município. Na ocasião, o presidente da Câmara alegou que o reajuste era constitucional.

Por G1

Nenhum comentário: