quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Matador de empresária em Rurópolis é preso pela Polícia

A Polícia Civil de Rurópolis, tendo à frente o delegado Ary Vital, prendeu no final da tarde desta terça-feira o acusado de ter matado a empresária Ivanilde Rodrigues da Silva, proprietária da Panificadora Sabor das Massas; Ivanilde foi morta com um golpe de faca, na madrugada de domingo, dia 16, em frente ao Supermercado Gauchão. O acusado foi levado para a Delegacia de Polícia de Rurópolis, onde está prestando depoimento.
FIQUE POR DENTRO: Na madrugada de domingo (16), recebemos a informação de que mais um crime teria sido cometido. Dessa vez a vítima foi a senhora Ivanilde Rodrigues da Silva, proprietária da panificadora “SABOR DAS MASSAS”, localizada à Avenida Brasil, em frente à Praça Cívica, no município de Rurópolis.
Entramos em contato com o Major Alexandre, comandante da 17ª Companhia Independente de Policia Militar e ele nos informou que a Guarnição de Serviços da Policia Militar estava fazendo rondas quando foi comunicada por um cidadão de nome Wellington, que encontrou a senhora de nome Ivanilde Rodrigues da Silva, que tinha sido esfaqueada em frente ao Supermercado Gauchão. A Guarnição ao chegar ao local constatou a veracidade dos fatos, e a vítima foi levada inconsciente ao hospital e ficou sob os cuidados médicos. De acordo ainda com informações do Comandante, o delegado titular de Polícia Civil do município, Dr. Ariosvaldo da Silva Vital Filho, foi avisado do ocorrido, que ficou de entrar em contato com o proprietário do supermercado a fim de poder ter acesso às câmeras de vigilância daquele estabelecimento.
O delegado Ari Vital nos informou que Ivanilde da Silva foi a óbito e que já estava com a imagem das câmaras, onde aparece um homem passando em uma moto e esfaqueando a vítima. Mas, em razão da baixa resolução, ainda não foi possível fazer o reconhecimento do assassino. A Polícia está se mobilizando a fim de solucionar mais esse crime ocorrido em Rurópolis.

Fonte: RG 15\O Impacto, com informações de H. Marinho
Reações:

0 comentários: