Postagem em destaque

Helder deve ser julgado nesta quinta-feira pelo TRE

Ministro é acusado de abuso de uso indevido dos meios de comunicação O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB), dever...

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Madeira apreendida pela “SEMAS-PA” desaparece e é encontrada em madeireira de Novo Progresso.

Em operação realizada pelos fiscais da SEMAS-PA no município de Novo Progresso no mês de Junho/2016, foi apreendido aproximadamente 233 m3 de madeira serrada e em tora na empresa NP Timber Madeiras Ltda, localizada na rua Chopinzinho, s/n no bairro Setor Industrial II. A madeireira foi embargada e aplicada auto de infração.

A secretaria de Meio Ambiente de Novo Progresso ficou como fiel depositário desta madeira, que  pode ser objeto de doação para o município ou vai para Leilão pelo estado, logo após o término do processo administrativo pela SEMAS-PA
O produto apreendido ficou nos barracões, no pátio e estufa da NP Timber até que a prefeitura disponibilizasse um local para armazenar as madeiras.
Na primeira semana do mês de Outubro/2016 os fiscais da SEMMA-NP passaram pela NP Timber para verificar se a madeira apreendida estava armazenada  em boas condições, quando se depararam com o sumiço de aproximadamente 90 m3 de madeira serrada (garapeira) que estava na estufa.

Ao tomar conhecimento o secretario de Meio Ambiente Juliano Simionato, achou estranho uma quantidade significativa de madeira sumir sem que ninguém tivesse visto, nem mesmo o procurador da empresa Sr. Salatiel Sousa Oliveira que reside no local não sabia do suposto furto da madeira. O caso foi investigado pela SEMMA-NP ,e foi descoberto o paradeiro da madeira furtada. O secretário de meio ambiente e o  engenheiro florestal Everton Breus, funcionário da SEMA-NP voltou a  conversar com Salatiel Sousa Oliveira,  responsável pela “NP Timber” que voltou a negar saber do destino da madeira.
A investigação levou a encontrar a madeira furtada  nas dependências da empresa  “Cordan Madeiras Ltda – EPP”, na rua Industrial, n° 742 no bairro Setor Industrial II. A madeira furtada foi toda reencaminhada para o mesmo local (NP Timber), o serviço foi acompanhado pelos fiscais ambientais e engenheiro florestal do município. A empresa foi autuada por não ter a devida Licença de Operação.
O proprietário da empresa Irineo Danielli foi encaminhado para a Delegacia de Policia Civil para que fosse tomado todos os procedimentos relacionado a este furto de madeira.

 Em seu depoimento na Policia Civil Irineu Danielli relatou que o procurador da empresa NP Timber, Salatiel Sousa Oliveira o autorizou a retirar uma quantidade de madeira da empresa para ser pago o valor de R$ 18.000,00 (Dezoito mil reais), mais que não tinha conhecimento que se tratava de madeira apreendida pala SEMAS-PA e que estava as SEMMA-NP como fiel depositário.
O procurador da empresa NP Timber em seu depoimento na Policia Civil informou que não liberou e nem vendeu a madeira, que a madeira apreendida guardada na estufa era do próprio Irineo e que o mesmo logo após o fato foi até a casa do Salatiel e informou que ele mesmo tinha carregado a madeira porém iria leva lá de volta.
A Policia Civil de Novo Progresso abriu inquérito para investigar este furto e/ou apropriação indébita desta madeira.
Entramos em contato com o secretário de Meio Ambiente de Novo Progresso Juliano Simionato para saber mais informações sobre o ocorrido, o mesmo confirmou as informações contidas na matéria e acrescentou que o departamento jurídico da secretaria está preparando toda a documentação sobre o ocorrido para ser encaminhado para o Ministério Público Estadual, para que tomem ciência e providências caso seja necessário. Toda a documentação será encaminhada para a SEMAS-PA para que o secretário de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade tome conhecimento.
Na mesma semana a SEMMA-NP apreendeu aproximadamente 7 m3 de madeira serrada em um depósito clandestino no centro da cidade, após a empresa ser notificada para a regularização e não ter cumprido, os fiscais fizeram a apreensão.

Fonte: Redação Jornal Folha do Progresso – Fotos: SEMMA-NP
Reações:

0 comentários: