Postagem em destaque

Helder deve ser julgado nesta quinta-feira pelo TRE

Ministro é acusado de abuso de uso indevido dos meios de comunicação O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB), dever...

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Motoristas denunciam suposta fraude na manutenção da BR-163

Uma grave denúncia chegou à nossa redação. Motoristas que trafegam pela BR 163 (Santarém-Cuiabá), no perímetro próximo ao município de Novo Progresso, relatam que uma suposta fraude pode está sendo praticada pela empresa responsável pela manutenção daquele trecho da rodovia.
Conforme demonstram as fotos, a operação tapa buraco redimensiona o tamanho dos buracos a serem consertados. Se um buraco está com 50 cm, a empresa faz um remendo de mais de dois metros, tamanho bem maior do que realmente seria necessário.
“Não sabemos em que termos ela presta esse serviço para o Governo Federal. Porém, basta observar com atenção, e percebe-se que algo está errado. Existem trechos da rodovia, onde um mísero buraco, ganhou dimensões de cratera, mesmo não tendo chegado a tanto”, denuncia um motorista.
Ainda de acordo com ele, algumas pessoas disseram-lhe que a empresa que faz a manutenção é a mesma que foi responsável pela pavimentação da rodovia naquele trecho, e diz: “Desse jeito é entregar o galinheiro para a raposa tomar de conta”.
Desta forma fica o alerta para os órgãos fiscalizadores do recurso público, tomarem providências que o caso requer.
Vale lembrar que em alguns pontos da BR 163 não há sinalização e acidentes são constantes, muitos com vítimas fatais. Também sobre esse assunto os motoristas denunciam a falta de atenção do Governo federal e da empresa que é responsável pela manutenção da Rodovia. “Os donos dessas empresas, tenho impressão, que nunca vieram por aqui. Por isso esse descaso, pois não querem saber se estamos correndo perigo ou não. O que eles querem é ganhar dinheiro ilegalmente. O juiz Sérgio Moro ainda vai chegar nessa área e aí que quero ver como eles vão ficar”, disse o motorista Sérgio Assis, que trabalha transportando mercadorias há mais de 20 anos nessa região. “Já presenciei vários acidentes graves. Têm noites que não durmo, tendo pesadelos com tudo que já vi nessa rodovia”, completou Sérgio Assis.
CONCESSÃO DA BR 163 NO PARÁ: No mês de julho, o Ministério dos Transportes autorizou dois consórcios de empresas a realizar os estudos técnicos relativos à concessão da BR-163/PA, no trecho entre o entroncamento com a BR-230 (Campo Verde) e o início da Travessia do Rio Amazonas (Santarém). O primeiro consórcio é formado por Setepla Tecnometal Engenharia e Sener Ingeniería y Sistemas. O segundo é composto por Ecoplan Engenharia e Skill Engenharia.
Os trabalhos estão sendo aguardados com muita expectativa pela classe empresarial da região, que na concessão para iniciativa privada, vislumbra a concretização de um sonho há muito tempo acalentado.
Por: Edmundo Baía Júnior
Fonte: RG 15/O Impacto
Reações:

0 comentários: