quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Costureira é torturada e morta na frente de marido

Uma costureira foi brutalmente assassinada em Salvador, capital da Bahia, na noite do último domingo (1º) após um suposto desentendimento com um vizinho. Ela foi arrastada por um grupo para o meio da rua, espancada e depois morta com um tiro na cabeça na frente do marido dela e de outros vizinhos.
O caso que chocou a cidade de Salvador teria ocorrido após um grupo de amigos do vizinho da costureira Ivonete de Souza Santos, 45 anos, invadir a laje da casa dela durante uma comemoração pela chegada do Ano-Novo.
Segundo informações levantadas pelo portal R7, um dos homens teria perguntado se havia problemas eles ficarem no local. A costureira não respondeu nada, mas teria reagido com uma expressão de reprovação e deixado o local.
De acordo com o portal Correio 24 Horas, já havia ocorrido um desentendimento naquela manhã entre a vítima e o vizinho por causa de som alto e o uso indevido da laje do imóvel dela.
A atitude de Ivonete fez com que alguns homens do grupo invadissem a casa dela, a arrastassem pelos cabelos até o meio da rua e a espancassem. O marido foi obrigado a assistir a cena deitado no chão, com uma arma apontada para a cabeça.
Machucada, a costureira chegou a ser liberada pelos criminosos e foi levada para casa pelo companheiro, mas o casal voltou a ser atacado quando ele ligava para o Samu para pedir socorro.
Os criminosos voltaram armados com uma faca e recomeçaram a tortura. Eles levaram Ivonete para uma área do bairro onde traficantes costumam executar desafetos. Neste local, a costureira foi baleada e morta. Os bandidos ainda jogaram o corpo da mulher em uma vala. O corpo foi encontrado por policiais militares.
Segundo a polícia, até o momento nenhum suspeito de cometer o crime foi preso ou identificado. Estão sendo feitas diligências, e vizinhos e familiares de Ivonete serão intimados para prestar depoimento.

(Com informações do R7 e do Correio 24 Horas)
Reações:

0 comentários: