segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Cristiano Ronaldo é eleito pela quarta vez o melhor jogador do mundo

        Craque português do Real Madrid supera Messi e Griezmann e fecha ano perfeito
          de 2016, no qual ganhou a Champions, o Mundial de Clubes e a Bola de Ouro
O ano de 2016, que consagrou Cristiano Ronaldo como o melhor do mundo, começou de forma conturbada no Real Madrid. Logo na primeira semana de janeiro o técnico Rafa Benítez, com quem CR7 não teve uma boa relação, acabou demitido e deu lugar a Zidane. E Messi levava o prêmio de melhor do mundo de 2015, aumentando a pressão sobre o craque do Real. Ídolo como jogador, o francês fez o time madrilenho encaixar e voltar a brilhar. Individualmente, o craque português começou a se destacar e fazer jogos incríveis, além de coletivamente ser fundamental para a equipe dar a volta por cima.
Na sequência, os portugueses passaram por Croácia, Polônia, País de Gales (CR7 marcou na vitória por 2 a 1) e chegou na final contra os franceses. CR7 deixou a decisão machucado, ainda no primeiro tempo. “Jogou” do banco de reservas, gritou, orientou, incentivou seus companheiros e viu Éder fazer o gol do título. Capitão, levantou a taça da maior conquista da história portuguesa.
Voltou das férias ainda mais ídolo depois dos títulos da Champions e da Euro. Comanda o Real Madrid na brilhante campanha até aqui do Campeonato Espanhol, no qual a equipe lidera com 40 pontos, quatro a mais do que o Sevilla, e cinco a mais do que o Barcelona.
Para fechar 2016, ganhou a Bola de Ouro da revista “France Football” e conquistou o Mundial de Clubes com o Real Madrid no Japão. Na decisão contra o Kashima Antlers fez três gols na vitória por 4 a 2 e foi eleito o nome do jogo. Foi também artilheiro da competição com quatro gols e levou o prêmio de melhor do torneio.
A grande polêmica do dia na Suíça foi a ausência de Messi, que concorria com Cristiano Ronaldo ao prêmio de melhor do mundo, e dos outros jogadores do Barcelona que foram nomeados para a seleção do ano. De acordo com nota oficial do clube catalão, a ausência aconteceu por conta da partida desta quarta-feira pela Copa do Rei, contra o Athletic Bilbao. CR7 evitou colocar mais lenha na fogueira, e lamentou pela ausência dos catalães.
– Gostaria que Messi e os outros jogadores do Barcelona estivessem aqui, mas eles têm um jogo da Copa (do Rei) na quarta. Entendemos perfeitamente – afirmou o astro português.

Fonte:  Globo Esporte.
Reações:

0 comentários: