Postagem em destaque

Helder deve ser julgado nesta quinta-feira pelo TRE

Ministro é acusado de abuso de uso indevido dos meios de comunicação O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB), dever...

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Rodrigo Janot inocenta Blairo Maggi

Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, durante sessão no plenário do STF que decide se mantém ou não liminar de afastamento de Renan Calheiros da presidência do Senado Federal - 07/12/2016 (José Cruz/Agência Brasil)
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, divulgou um parecer nesta quinta (12) em que afirma serem insuficientes as provas colhidas contra Blairo Maggi.
O ministro da Agricultura teve seus bens bloqueados pela Justiça do Mato Grosso na última quarta (11) acusado de comprar uma vaga no Tribunal de Contas do Estado para um deputado.

“No que toca ao senador da República Blairo Maggi, contudo, no decorrer das investigações pôde-se constatar que os elementos de prova colhidos formam um conjunto de indícios insuficiente para a instauração de ação penal”, diz o texto de Janot.
Reações:

0 comentários: