Postagem em destaque

Helder deve ser julgado nesta quinta-feira pelo TRE

Ministro é acusado de abuso de uso indevido dos meios de comunicação O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB), dever...

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Comentário da semana, Weliton Lima: As redes sociais e o seu uso, para o bem ou para o mal.

As redes sociais viraram o esgoto da sociedade aonde pessoas inescrupulosas se escondem para xingar, ofender e difamar os seus desafetos.

Vimos muito disso na recente campanha eleitoral e até agora depois da eleições.

O ranço da política continua a disseminar ódio e os boatos falsos como esse suposto projeto de lei divulgado nos grupos de WhatsApp que estaria sendo arquitetado pela administração municipal e que o líder do governo na Câmara se apressou em desmentir.

O intuito desse mau caráter que se escondeu atrás do anonimato para escrever e divulgar esse texto nos grupos de WhatsApp foi apenas o de espalhar o medo, e esses facínoras, normalmente conseguem seus objetivos porque, ingenuamente, tem sempre alguém disposto a reproduzir esses textos maldosos.

Ninguém discute o papel importantíssimo que as redes sociais tem para a comunicação, em todos os sentidos.

A internet também democratiza o acesso à informação, porque hoje quase todo mundo está conectado nas redes sociais.

A questão é estabelecer um limite entre o bem e o mal, e como a parcela da sociedade que usa internet para o bem é a maioria, dá para evitar que os boatos maldosos como esse suposto projeto de lei, viralizem nas redes sociais.

Jornalista Weliton Lima


Comentário veiculado no telejornal Focalizando de quinta-feira, 18/02
Reações:

0 comentários: