sábado, 1 de abril de 2017

Ministro da Integração autoriza 75 milhões para obras estruturais na Orla de Santarém

O Ministério da Integração Nacional autorizou o repasse de R$ 75 milhões para obras de reparo e recomposição da Orla de Santarém, no oeste do Pará, no trecho da rua Augusto Montenegro até o Bosque Vera Paz. O montante já havia sido anunciado em fevereiro desde ano, durante a primeira visita do ministro Helder Barbalho ao município. A assinatura do termo de compromisso ocorreu durante cerimônia na noite de sexta-feira (31), no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).
A comitiva desembarcou no aeroporto Maestro Wilson Fonseca antes das seis da tarde. Houve atraso de quase uma hora do previsto para o início da cerimônia, que era às 19h. Passava das 19h40 quando a cerimônia começou oficialmente, reunindo o prefeito de Santarém, Nélio Aguiar; o vice-prefeito, José Maria Tapajós; o secretário de infraestrutura, Daniel Simões, vereadores; prefeitos de cidades vizinhas, deputados federais e outras autoridades da região. Também esteve na cerimônia o senador Jader Barbalho, pai do ministro Helder Barbalho.
O projeto apresentado pela Prefeitura na primeira visita de Helder foi orçado em R$ 75 milhões e previa a contenção e reparo do muro de arrimo e a recuperação de toda estrutura do cais. Além disso, o projeto contemplava a construção de píer ou ponte-cais - uma passarela sobre a água, suportada por largas estacas ou pilares, para que as embarcações possam atracar sem causar danos à estrutura do cais. O conjunto de bombas deve permitir que o trecho não sofra alagamentos, como já houve em anos anteriores, devido à cheia dos rios.
O projeto de reparo e recomposição da Orla, apresentado na cerimônia pelo secretário de Infraestrutura, Daniel Simões, abrange a extensão de 1.640 metros, com a construção do muro de contenção, duas casas de bombas e seis píeres para atracação de barcos. Ao todo, o repasse é no valor de R$ 75.431.982,85. A partir da assinatura, o Governo Municipal fará abertura do processo licitatório para a escolha da empresa que executará o serviço. A previsão é de que as obras iniciem em meados dos meses de julho e agosto desde ano.
Em janeiro deste ano, o prefeito Nélio Aguiar se reuniu com Helder Barbalho em Brasília (DF) e pediu apoio do Governo Federal para obras emergenciais na Orla, onde atracam as embarcações. Na visita de Helder em fevereiro, Nélio pediu agilidade para a liberação dos recursos anunciados. Parte do cais, onde atracam embarcações, desabou após fortes chuvas em dezembro de 2016, próximo à Praça Tiradentes. A Prefeitura fez serviços de reparos no local e solicitou apoio para as ações imediatas.


Nenhum comentário: