terça-feira, 1 de março de 2016

Policia prende em Itaituba suspeito de pedofilia

Tudo começou com duas mães que sexta feira dia 26 procuraram a 19ª Seccional de policia, que denunciaram Jair Bernardo Pessoa como um suposto pedófilo. Após registro do B.O os policiais civis Israel Araújo, Luciana de Souza e Jair Rodrigues numa ação ágil conseguiram prender o suspeito no sábado dia 27 por volta de 11 da manhã.
As duas mães que pediram, anonimato disseram em seus depoimentos que suas filhas de apenas 10 anos, estariam sendo assediadas pela internet por um estranho que enviava mensagens obscenas ao mesmo tempo em que eram solicitadas para que enviassem fotos sem roupa.
Uma das menores que inclusive estaria sendo chantageada resolveu contar o que estava ocorrendo para sua mãe. Como estratégia para chegar ao suspeito uma das mães se passando pela filha interagiu com Bernardo enviando mensagem.
Segundo ela, o homem demonstrou bom domínio de comunicação. “Na tentativa de seduzir minha filha, além de pedir fotos afirmava conhecer os hábitos dela afirmando que inclusive conhecia suas amigas, endereço da escola etc.” disse ela. Como ela havia enviado uma foto para a criança, a policia civil não apenas o identificou como também conseguiu descobrir seu endereço.
Quando os policiais chegaram a sua residência ele não reagiu,  sendo preso com aposse de dois celulares que a Policia esta usando como prova do crime de pedofilia. Com os sugestivos codinomes Prince Topzinho amo e Jair Saltzman Rodrigues, segundo a policia tentava atrair suas vitimas tendo como alvo crianças de 10 anos.
Após conseguir as fotos, o homem acusado de pedofilia ainda ameaçava as menores. No celular do acusado a policia encontrou provas materiais que o comprometem criminalmente já que foi segundo o escrivão Jair Rodrigues, várias fotos de menores despidas em poses sensuais e alguns casos em ato sexual com Jair Bernardo .
Ao falar em entrevista ao repórter Junior Ribeiro, Jair admitiu manter contato com menores, mas disse que a menor que aparece com ele em foto teria 16 anos e ela  é  quem teria pedido para tirar as fotos no momento em que mantinham relações sexuais.   O Conselho Tutelar vem acompanhando todo o desfecho do caso que provocou reações de protesto revolta em Itaituba pela ação ousada do pedófilo que já foi encaminhado a cadeia pública.

Fonte: Nazareno Santos
Reações:

0 comentários: