Postagem em destaque

Helder deve ser julgado nesta quinta-feira pelo TRE

Ministro é acusado de abuso de uso indevido dos meios de comunicação O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB), dever...

terça-feira, 17 de maio de 2016

Empresário de Itaituba denuncia e alerta para o “golpe do depósito falso”

Empresário - Luis Gomes
CDL E ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL TAMBÉM ALERTAM PARA UMA NOVA MODALIDADE DE EXTORSÃO QUE COLOCA EM RISCO A SEGURANÇA FINANCEIRA DE EMPRESAS DO COMÉRCIO FORMAL.
É O GOLPE DO DEPÓSITO FALSO, QUE VOCÊ VAI CONHECER AGORA >>> O empresário Luis Gomes, da empresa LG Materiais Elétricos, por pouco não tomou um grande prejuízo depois de ter sido contatado por um suposto cliente do estado de Minas Gerais, precisamente da região de Jequitinhonha. O desconhecido ligou para o empresário e solicitou um orçamento, que ficou em pouco mais de dois mil reais. Em seguida, o tal cliente pediu o número de uma conta bancária para supostamente fazer o depósito no valor do orçamento. Neste ponto começa o golpe. “Ele me enviou um comprovante de transferência no valor de R$ 11.349,07, o que acredita que iria me convencer de que o dinheiro iria cair na conta realmente. Logo em seguida, o mesmo sujeito me ligou, afirmando que quem fez o depósito foi a esposa dele e que o dinheiro a mais seria pra uma outra compra. Então, solicitou que eu estornasse o que passou do valor do orçamento, que foi de R$ 2 mil. Logo eu desconfiei e pesquisei no banco pra saber se o depósito havia sido feito. Então, a resposta foi negativa. Foi aí que percebi que se tratava de um golpe”, resume Luis LG.

Falso comprovante de depósito bancário
O nome que aparece no comprovante da ‘falsa transferência’ é de Fabrício Gonçalves Batista, cuja conta bancária tem o número 001324-2, da agência número 5547. Até o CPF do falso cliente está no falso comprovante. O empresário diz, ainda, que foi em questão de segundos ara ele perceber que se tratava de um golpe. Essa modalidade criminosa se enquadra em estelionato e já foi muito praticada, provocando até mesmo um levantamento estatístico que apontou que, de cada dez pessoas que são alvo dos golpistas, pelo menos duas a três acabam caindo e tomando prejuízo. O que impressiona é a criatividade do criminoso, que sabe dados sigilosos do empresário, e, portanto, acaba convencendo a vítima a fazer o estorno de um depósito a mais que nunca aconteceu. As agências bancárias preferiram não comentar o assunto, mas alertam os empresários para que, em caso de dúvida, procurem a sua entidade representativa, e jamais façam estorno de valores sem ter a certeza de que o depósito foi feito. A Câmara dos Dirigentes Lojistas e a Associação Empresarial também fazem o alerta. Segundo o presidente da CDL, essa não é a primeira vez que acontece esse tipo de golpe, e os empresários precisam ficar atentos, especialmente quando se tratar de cliente desconhecido. “Nós sugerimos que, em qualquer situação dessa natureza, que o empresário procure a CDL, a Associação Empresarial ou até mesmo a polícia. Não podemos permitir que este tipo de crime cresça na nossa região. Estamos à disposição para esclarecer qualquer dúvida e repassar as informações necessárias, caso alguém perceba que está sendo alvo de qualquer tipo de golpe”, diz Patrick Sousa, presidente da CDL.


Fonte: Mauro Torres 
Reações:

0 comentários: