quarta-feira, 22 de junho de 2016

Novo Progresso: Operação Urso Branco prende três pessoas suspeitas de envolvimento na morte do Sgt. João Luiz.

Após a morte do sargento João Luiz em uma embosca na Flona Jamanxim, município de Novo Progresso.
Foi Deflagrado a operação "urso branco", nome esse dado referente ao sargento, na qual o serviço de inteligência do 15ª-BPM chegou no sábado, 18, no município, fez o levantamento e identificou todas as pessoas suspeitas de envolvimento na morte do sargento. Localizados os endereços e feitas as buscas pelo reservado com apoio incondicional do sgt, Rilton combate do policiamento em novo progresso.  Foi feita as prisões dos acusados que já tinham saído do mato.
Segundo informações de posse de algumas informações importantes os policiais prenderam nesta terça feira, 21, algumas pessoas que supostamente estariam envolvidas na morte do sargento. Foi presa Rayllane Gonçalves Silva Silva, que seria mulher do tal “Lucas” principal suspeito de matado o sargento, a policia acredita que a mesma sabe onde o marido esta escondido. 
A policia prendeu também um homem de prenome Ivan conhecido por “Pastor” que segundo informações era um dos que estava no barroco que foi incendiado pelos agentes do IBAMA e teria ajudado apagar o fogo, no retorno dos agentes com os PMs ele estaria escondido na mata e teria visto o sargento ser alvejado por Lucas.
Um homem identificado por “Zé Índio”, ele seria a logística do bando, seria o responsável para retirar os homens da mata.
A operação “urso branco” conta com o apoio de policiais militares de Itaituba: Serviço reservado e GTO; COE de Belém. DRCO de Belém; NRI do CPR-X; GTO de Santarém e Militares de Novo Progresso.


Fonte: Junior Ribeiro 

Nenhum comentário: