sábado, 27 de agosto de 2016

Campanha com pouco dinheiro desafia a criatividade dos candidatos

Os gastos declarados pelos candidatos nas eleições de 2012, em Itaituba, se comparados com o que pode ser gasto nessa desse ano ficarão bem abaixo da realidade do mercado local.
Agora com o teto estipulado pela Justiça Eleitoral para a eleição de 2016, ficou praticamente impossível para os candidatos percorrer todo o interior do município. Mesmo que os têm condições própria estão engessados, pois os seus concorrentes vão estar atentos para que lei seja cumprida por todos. 
Os candidatos terão que adotar novas estratégias de gastos, e uma das medidas práticas que eles estão tomando pelo Brasil a fora é a substituição dos cabos eleitorais remunerados por militantes voluntários no trabalho de corpo a corpo com o eleitor.
As maiores aliadas dos candidatos para driblar a falta de recursos, ou a impossibilidade de mesmo os tendo, não poderem utilizar pelas restrições da legislação eleitoral nas campanhas serão as mídias sociais. Quem for mais criativo e souber aproveitar melhor essa ferramenta, pode amenizar o problema.

A limitação de recursos será ainda mais cruel com os candidatos menos conhecidos do eleitorado, pois com o tempo menor de exposição na televisão, esses terão que redobrar o esforço para conquistar votos, e convenhamos, num município com as dimensões de Itaituba é praticamente impossível o candidato levar a sua mensagem e suas propostas para todos as comunidades. Sendo assim que tiver bons candidatos a vereador por todo o município pode em tese levar vantagem nessa disputa.
Reações:

0 comentários: