sábado, 13 de agosto de 2016

Madeira Limpa- Justiça manda soltar cinco investigados, Paçoca continua preso.

Dois estão foragidos – Danilo Oliveira Fernandes e André Luís da Silva Suleiman
(Foto – Paulo Silva, o Paçoca, é considerado o chefe da quadrilha) – JUIZ MANDA SOLTAR 5 INVESTIGADOS DA OPERAÇÃO “MADEIRA LIMPA” PRESOS EM SANTARÉM, BELÉM E ITAITUBA. SOMENTE RODRIGO BEACHINI DE ANDRADE E PAULO SÉRGIO DA SILVA, (O PAÇOCA) CONTINUAM PRESOS
O juiz Érico Pinheiro, da 2ª Vara Federal em Santarém, revogou a prisão preventiva de 5 dos 7 investigados da Madeira Limpa que ainda estavam presos desde que a operação foi executada pela Polícia Federal em agosto do ano passado.
Dos 30 acusados de participação no esquema que causou prejuízos na ordem de R$ 31,5 milhões ao patrimônio público, só Paulo Sérgio da Silva, o Paçoca, e Rodrigo Beachini de Andrade, permanecem presos.
Foto Reprodução GloboTV
Dois estão foragidos – Danilo Oliveira Fernandes e André Luís da Silva Suleiman.
Ontem, foi revogada a prisão de Edimilson Rodrigues da Silva, preso em Belém, Alcides Machado Júnior (Santarém), Charles Pires de Araújo (Santarém), Sidney dos Santos Reis (Itaituba) e Enilson Alcântara Pereira (Belém).
Eles só serão soltos mediante pagamento de fiança arbitrada em R$ 15 mil.
O juiz determinou que os 5 terão que usar tornozeleira eletrônica, com proibição de saírem da área urbana da cidade onde residem. Estão ainda proibidos de manter contato com os demais réus do processo.
Érico Pinheiro manteve a prisão de Paçoca por ser considerado, segundo o MPF (Ministério Público Federal), o chefe da organização criminosa.

Por JK com informações do Blog do Jeso
Reações:

1 comentários:

marialori silva disse...

A operação madeira limpa foi inventada, manipulada, seletivisada, e assombrosamente MONTADA suas peças para retirar o PMDB do poder da SUPERINTENDÊNCIA DO INCRA DE SANTARÉM. e reverter o controle das terras e riquezas naturais para as ONGs como O GREENPEACE, TERRA DE DIREITOS E ICE, e para isso tiveram o grande apoio de integrantes do MPF que fazem o jogo sujo.
Com isso eles conseguem manter as ilegalidades cometidas no governo do PT como assentamentos e grandes reservas evitando o povoamento da Amazônia, não permitindo a estruturação fundiária e econômica da Amazônia. Esta operação nasceu com base em falsas denuncias de agrônomos do Incra, e ratificada por membros do MPF.
Para que o bolo macabro tivesse a cereja desejada fizeram ligações descabidas e iludiram o judiciário prometendo provas que não existiam, iludiram a opinião pública e com isso acharam que iriam atingir o objetivo e se auto-protegerem dos roubos cometidos com a SUPERINTENDENTE ATUAL QUE CHEGOU AO PODER GRAÇAS A OPERAÇÃO MADEIRA LIMPA ELITA BELTRÃO. Assim o assentamento juruti velho e seus milhões ou bilh~es desviados por ELITA, CANDIDO, CLEIDE, DILTOM TAPAJÓS não seriam investigados pois teriam proteção destes mesmos procuradores do MPF.
o INCRA NÃO VENDE MADEIRA NEM AUTORIZA CREDITO DE MADEIRA. NO ENTANTO O INCRA DE ELITA E DAS ONGS E PASTORAL DA TERRA, grilam terra de produtor rural, desviam crédito habitação, cheque moradia junto ao governo ana julia PT e criam assentamentos ilegais e fraudulentos como já disse NELIO AGUIAR NO DEBATE DOS CANDIDATOS A PREFEITO EM SANTARÉM.
A PERGUNTA QUE NÃO SE FAZ CALAR É PORQUE O MPF DE SANTARÉM ESTÁ ENVOLVIDO NA DEFESA DOS CRIMES COMETIDOS NO ASSENTAMENTO JURUTI VELHO, E DEFENDE OS ATOS IMPROBATÓRIOS E CRIMES DE DESVIOS DE RECURSOS PÚBLICOS COMETIDOS POR ELITA BELTRÃO E CANDIDO NETO DA CUNHA ORIENTADOS POR FRANCISCO ERIVAM AGRONOMO QUE CRIOU ASSENTAMENTOS ILEGAIS EM SANTARÉM, ESPUNSANDO AGRICULTORES DE SUAS TERRAS. ESTE FRANCISCO ERIVAM JUNTO A CANDIDO É MENTOR DO MPF DE SANTARÉM TRAZENDO A MISÉRIA PARA A REGIÃO, E EM TROCA DISSO GANHAM O APOIO DO MPF DE SANTARÉM, TLVEZ NÃO SEJAM TODOS OS PROCURADORES QUE APOIAM ESTA MÁFIA DO OESTE DO PARÁ.
SE ALERTAM MEU POVO... SÓ VCS TEM A FORÇA PARA MUDAR ISSSO....