terça-feira, 6 de setembro de 2016

Agentes do presídio de Itaituba frustram entrada de colchão recheado com droga e celulares

Nesta segunda feira, 05 de setembro de 2016, agentes do Centro de Recuperação de Itaituba- CRI, impediram a entrada de um colchão com droga e celulares, que tinha como destino um detendo que esta cumprindo pena no centro.

Um colchão de solteiro foi deixado na portaria do presidio para ser entregue há um detendo, que esta no centro, ate ai tudo normal, uma pessoa ainda não identificada, deixou o colchão e foi embora. Os agentes receberam o colchão, e levaram para dentro do presidio, mas antes de levar ate ao detendo, eles resolveram fazer uma averiguação de rotina e testar alguns materiais que receberam para tentar impedir a entrada de objetos não permitidos pela direção. 


Iniciada a inspeção do colchão que estava novo, ao passar o detectador de metal por cima, ouviu-se um (bipe), já ali perceberam que havia algo de errado, ao continuar outro (bipe), com indícios que tinha algo dentro do colchão, os agentes abriram e encontraram, celulares e certa quantidade de droga. O diretor da casa penal foi chamado e comunicado do fato, para que tomasse as medidas cabíveis. O detendo já foi identificado e a pessoa que deixou o colchão recheado com droga e celulares esta sendo identificada. 


Segundo Hamilton Pinho, diretor do CRI, o material que foi solicitado pela direção chegou e já esta sendo usado para impedir a entrada de celulares e outros objetos no local. Mesmo com uma fiscalização considerada rigorosa na portaria do centro, quando a policia militar acompanha revistas no local vários celulares são encontrados, ainda não se sabe como esses aparelhos conseguem entrar com tanta vigilância.
 

Fonte: blog do Júnior Ribeiro

Foto: Marinaldo Silva


Reações:

0 comentários: