quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Mineradora será denunciada

A bomba caiu na imprensa de Novo Progresso através da Presidente Maria Marcia da Associação Nova Vitoria que atua dentro do Assentamento Terra Nossa, a  suspeita cai sobre a empresa Canadense de estar trabalhando irregularmente dentro  da reserva do assentamento.
A CHAPLOM  é empresa de origem Canadense, que segundo informações presa pelas questões ambientais  e  esta se estabelecendo dentro de uma região onde existiu conflitos agrários recentemente solucionados entre Incra e Posseiros e fazendeiros.
A entidade por sua vez declarou a imprensa local que vai denunciar a empresa, a denuncia deverá ser feita ao Ministério Público Federal (MPF) em Itaituba, por danos ao meio ambiente e apropriação ilegal de recursos mineral em área destinada à preservação ambiental, argumentou a presidente.
Outro Lado
Os responsáveis pela Mineradora garantem que esta sendo realizado serviços dentro da legislação, que já conversou e dialogou com os assentados.
A empresa esta na etapa inicial de instalação, não iniciou retirada de minério, e que posteriormente a retirada do mineiro haverá a contrapartida em investimentos para os assentados. Os investimentos serão na;  educação, saúde , social e no transporte dos assentados.
Quanto a denuncia ainda não tomou conhecimento, mas  caso houver a empresa vai responder dentro da lei.

Por Redação Jornal Folha do Progresso
Reações:

0 comentários: