Postagem em destaque

Helder deve ser julgado nesta quinta-feira pelo TRE

Ministro é acusado de abuso de uso indevido dos meios de comunicação O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB), dever...

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

População sofre com a falta de um porto em Santarém

Porto da Praça Tiradentes não suporta a demanda de cargas e passageiros, denuncia o vereador Didi Feleol (PDT).
O vereador Didi Feleol (PDT) denunciou na tribuna da Câmara, nesta quarta-feira (18), um problema antigo vivenciado pela população ribeirinha das regiões próximas a Santarém: a dificuldade de atracação das embarcações e desembarque dos passageiros em frente à Orla da cidade. “Esse porto foi improvisado, mas no momento não tem condições, porque são muitas embarcações, e não são só as das regiões ribeirinhas, mas também as que fazem linha para outras cidades e estados”, analisa.
De acordo com o parlamentar, além da ausência de um porto adequado para atender a essa demanda, a população tem denunciado a atracação de algumas embarcações. “A reclamação que tivemos é da balsa restaurante que está lá na frente [da cidade] ocupando boa parte do cais, inclusive o responsável pelo setor de portos já está tomando providências. Ela [a balsa] acaba tomando um espaço muito grande, deixando pessoas idosas, gestantes, crianças, qualquer pessoa com dificuldades para embarcar e desembarcar seus produtos”.
O período de chuva e enchente dos rios também é outra preocupação do Vereador, que já prevê novos problemas. “A preocupação dos ribeirinhos da Região do Lago Grande é essa. Como é que vão atracar essas embarcações no período de enchente? O que pedimos é que o poder público possa resolver isso o mais rápido possível. Se vai ter uma balsa; outro local, o que vão fazer, tem que agilizar”, finalizou Didi Feleol.

Fonte: RG 15/O Impacto e CMS
Reações:

0 comentários: