quarta-feira, 10 de maio de 2017

Curso ensina boas práticas de atendimento à fiscalização do trabalho

O atendimento ao fiscal do trabalho, documentos exigidos e como ocorre a atuação do fiscal na empresa são dúvidas comuns dos empresários, que se não forem devidamente direcionadas podem provocar problemas no relacionamento da empresa com a fiscalização e até mesmo gerar autuações e multas. Para evitar esse tipo de situação, está sendo realizado em Santarém, no oeste do Pará, nesta quinta-feira (11), às 9 horas, o curso “Como atender a fiscalização do trabalho”.

Voltado para indústrias, o curso é realizado por meio do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), uma iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) com a Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA). Em 10 anos de atuação, o PDA já ofereceu várias palestras, cursos e mesas-redondas, que trazem novos conhecimentos e troca de experiências aos presidentes dos sindicatos, por meio do Avança Sindicato, e também a micro e pequenas indústrias, por meio do Associa Indústria.

O Diretor Executivo da FIEPA, Ivanildo Pontes, destaca que na agenda deste ano o PDA traz programações voltadas para temas atuais, com destaque para a relação empregador x empregado. “Nosso critério de escolha foi relacionado ao relacionamento do trabalho. A gente tem que conhecer para saber como lidar com os encargos, que infelizmente acabam fazendo com que o um empregado custe mais que o dobro. Em setores como a construção civil chega a 130%”, explica Ivanildo Pontes.

Durante o curso “Como atender a fiscalização do trabalho” serão abordadas as temáticas como adotar uma postura de cooperação com o fiscal, como reconhecer o fiscal do trabalho, e, ainda, como identificar na fiscalização uma oportunidade de correção de falhas.

Serviço:

- Curso “Como atender a fiscalização do trabalho”

Data: 11 de maio, quinta-feira
Local: SENAI Santarém - Av. Curua-una, 249, Santa Clara
Horário: 9 da manhã

Nenhum comentário: