quarta-feira, 21 de agosto de 2013

TRE adia julgamento de conduta de Ana Júlia

Ana Júlia

Ana Júlia é acusada de realizar convênios com municípios do interior, quando era governadora

O julgamento do pedido de cassação do registro de candidatura da ex-governadora Ana Júlia Carepa da eleição de 2010 por abuso de poder econômico, político e de autoridade e por captação ilícita de voto e de conduta vedada a agente público foi adiado pelo pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA), durante a sessão ordinária realizada na manhã de ontem.
Ana Júlia é acusada de realizar convênios com municípios do interior, quando era governadora, para o repasse de verbas públicas em período vedado pela legislação eleitoral. A representação contra a ex-governadora deu entrada no TRE em 20 de agosto de 2010 pela coligação “Juntos com o Povo”, formada pelo PSDB, PPS, Dem, PSDC, PRTB, PMN e PRP.
O julgamento foi adiado porque a desembargadora Edilza Pastana pediu vistas ao processo. No último dia 13, o juiz Agnaldo Welligton Souza já havia pedido vistas e devolveu o processo para a relatora Eva do Amaral Coelho. O pleno decidiu adiar o julgamento para o próximo dia 27.
Além de Ana Júlia também estão implicados na representação o candidato a vice-governador de Ana Júlia, na eleição de 2010, Anivaldo Vale e o ex-secretário de Estado de Planejamento Participativo, Orçamento e Finanças, José Júlio Ferreira Lima.
O DIÁRIO tentou contato telefônico com Ana Júlia, mas não conseguiu. Também foi tentato contato com o deputado Carlos Bordalo (PT), do mesmo partido da ex-governadora, sem sucesso.
Fonte: Diário do Pará

Related Posts

Nenhum comentário: