segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Círio de Nazaré reúne 2 milhões de fiéis no PA Houve tumulto em trecho da procissão.

Fiéis puxam a corda do Círio durante procissão pelas ruas de Belém do Pará (Foto: Raimundo Paccó/Rádio Caçula/Estadão Conteúdo)
Fiéis puxam a corda do Círio durante procissão
pelas ruas de Belém do Pará
(Foto: Raimundo Paccó/Rádio
Caçula/Estadão Conteúdo)
Homenagens

Chegada marca o fim da maior procissão do Círio de Nazaré.
Romaria terminou por volta de 12h30 deste domingo, 13.

Cerca de dois milhões fiéis participam da procissão do Círio de Nazaré pelas ruas da cidade de Belém (Foto: Raimundo Paccó/Rádio Caçula/Estadão Conteúdo)Mais de dois milhões fiéis participam da procissão do Círio de Nazaré pelas ruas da cidade de Belém (Foto: Raimundo Paccó/Rádio Caçula/Estadão Conteúdo)
Berlinda que leva a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré durante a grande romaria do Círio, em Belém, chegou a Basílica Santuário por volta de meio dia e meia deste domingo (13). Foram percorridos 3,6 quilômetros em aproximadamente 6 horas de procissão. A imagem foi retirada da Berlinda pelo coordenador da festa, Kléber Vieira, e entregue ao arcebisto auxiliar de Belém, Dom Teodoro. Após a procissão, a imagem fica exposta no altar da Praça Santuário pelos próximos 15 dias.
Cerca de dois milhões fiéis participam da procissão do Círio de Nazaré pelas ruas da cidade de Belém (Foto: Raimundo Paccó/Rádio Caçula/Estadão Conteúdo)Cerca de dois milhões fiéis participam da procissão do Círio de Nazaré pelas ruas da cidade de Belém (Foto: Raimundo Paccó/Rádio Caçula/Estadão Conteúdo)
Segundo a Diretoria da Festa de Nazaré, essa é a 221ª edição da romaria que segue pelas ruas da capital. Dados do Dieese divulgados neste domingo apontam que este ano um número recorde de fiéis participou da procissão, que reuniu cerca de 2,1 milhões de devotos da Virgem Maria.
Dominguinhos do Estácio Belém (Foto: Natália Mello/G1) 
Dominguinhos do Estácio é devoto de Nossa Senhora
(Foto: Natália Mello/G1)
Um destes devotos foi o sambista Dominguinhos do Estácio. "Desde que eu sou devoto, tudo meu passou a ser de Nazaré. Já tive muitos problemas de saúde e ela sempre esteve do meu lado. Só de ver as imagens me emociono. Enquanto eu tiver saúde, eu venho", disse.
A atriz Nívea Maria, que assistiu ao Círio acompanhada pela cantora Fafá de Belém, ficou impressionada com a devoção do povo paraense. "É uma surpresa ver o ser humano de um país tão difícil de se viver com essa alegria tão grande", avalia. "Tenho que trazer familiares que precisam dessa energia, sentir a sensação que o Círio passa, de luz, de paz, de lavagem de alma que envolve a gente", completa.
Entre os milhares de promesseiros anônimos, o jovem Leonardo Souza se destacava pelo esforço e força de vontade: o rapaz de 21 anos fez o percurso da procissão de joelhos, e com os olhos vendados. "A minha mãe estava com câncer, vim pedir por ela, para a recuperação ser mais rápida", desabafa. "Deus diz na Bíblia: 'feche os olhos e segura na minha mão, que eu te acompanharei pelo caminho da paz'", exalta.
Leonardo Souza agradece a cura de um câncer. (Foto: Reprodução / TV Liberal) 
Leonardo Souza percorreu o caminho de joelhos,
usando uma venda. (Foto: Reprodução / TV Liberal)
Incidentes
A romaria foi marcada por alguns incidentes. Segundo a Diretoria de Nazaré, a Estação Núcleo da Cabeça da corda foi cortada por um grupo de promesseiros antes da chegada na Basílica de Nazaré, que marca o fim do trajeto da procissão.
A Cruz Vermelha informou que, na travessa Doutor Morares, esquina com a avenida Nazaré, vários fiéis foram pisoteados e ficaram machucados após um tumulto, provocado pelo corte antecipado da Estação 3 da corda. Um balanço parcial da organização voluntária aponta que foram registradas 495 ocorrências e 18 remoções.

A grande romaria do domingo do Círio é marcada por diversas homenagens de órgãos, sindicatos e empresas privadas. A primeira queima de fogos durou cerca de 10 minutos e foi feita pelo Sindicato dos Arrumadores. Já na Curva da Enasa, quando a procissão sai da avenida Boulevard Castilhos França, é feita homenagem do Sindicato dos Estivadores, também com show pirotécnico.
Nas avenidas Presidente Vargas e Nazaré, bancos privados, a agência central dos Correios, hotéis e um dos prédios mais tradicionais de Belém, o Manoel Pinto da Silva, também prestam homenagens à Virgem Maria, que chuvas de pétalas de rosa, balões e papel picado.

Autoridades acompanham procissão
O governador do Estado, Simão Jatene, assistiu a procissão e falou sobre a grandiosidade da romaria. "O Círio tem muitos significados. Particularmente, ele representa o reencontro dos amigos, da família, o encontro da esperança e da fé. A cada ano, você agradece a graça que alcançou no ano anterior, mas pede outra. è isso que torna o Círio mágico. Todo ano ele se repete, mas todo o ano é novo. Não dá só para assistir o Círio. Só há uma forma de participar dele: é vivendo", disse.
O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, participou da romaria no meio da multidão. "Há 40 anos eu faço isso todo o Círio. Sou devoto de Nossa Senhora. Todo ano, o Círio se renova e fica melhor. Eu tenho sempre a agradecer a Deus pelo dom da vida e pedir que a gente tenha uma cidade cada vez melhor, cada vez mais justa e que a gente possa ter qualidade de vida a todos os paraenses", disse.

Nenhum comentário: