quinta-feira, 20 de março de 2014

Avião continua desaparecido no Pará



Encerrou, por volta das 18 horas desta quinta-feira (20), o terceiro dia de buscas ao avião bimotor, modelo Beechcraft BE 58 Baron, desaparecido desde a última terça-feira (18), no município de Jacareacanga, no sudoeste do Pará. De acordo com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, devido as chuvas, a operação teve de ser suspensa. As chances de se encontrar os passageiros com vida são cada vez mais remotas, mas as buscas prosseguirão nesta sexta-feira (21).

As equipes da FAB fizeram buscas na região e percorreram uma área de 1.606 quilômetros quadrados sem encontrar sinais da aeronave. O bimotor de prefixo PR-LMN, pertencente à empresa Jotan Taxi Aéreo, prestava serviço à Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), ligada ao Ministério da Saúde, desapareceu na terça-feira por volta das 12h30, com cinco pessoas a bordo, cerca de uma hora depois de decolar do aeroporto de Itaituba com destino à cidade de Jacareacanga.



Estavam no avião as técnicas de enfermagem Rayline Sabrina Brito Campos, Luciney Aguiar de Sousa e Raimunda Lúcia da Silva Costa, o motorista Ari Lima e o piloto Luiz Feltrin. Eles substituiriam as equipes que já prestavam atendimento às aldeias da etnia Munduruku, na região de Jacareacanga.

As buscas devem ser retomadas amanhã (21), pois, apesar das tentativas frustradas, as equipes e moradores não querem desistir. Hoje, as equipes de resgate trabalharam intensamente em todas as rotas possíveis sempre auxiliadas por dois helicópteros e dois aviões, além de pequenas embarcações.

Um avião de prospecção da Força Aérea Brasileira (FAB), virá de Brasília nas primeiras horas desta sexta-feira para tentar detectar a aeronave desaparecida. Esse avião consegue identificar metais e outros materiais que contém na liga da fuselagem da aeronave desaparecida.





Com informações do blogueiro Walter Tertulino
Reações:

0 comentários: