quarta-feira, 30 de julho de 2014

‘Tinha muita poeira’, diz mulher que perdeu bebê e marido em acidente

Ana Paula, vítima de acidente na BR-230, em Itaituba (Foto: Reprodução/TV Tapajós)

Ela e outras três vítimas estão internadas no Hospital Municipal de Santarém.

Acidente entre carros aconteceu no domingo (27), na BR-230, em Itaituba.

Ana Paula Leite, que perdeu o marido Fábio Nascimento Leite, de 27 anos, e a filha, de  4 meses, no acidente que ocorreu na Rodovia Transamazônica (BR-230), em Itaituba, oeste do Pará, afirmou em entrevista à TV Tapajós,nesta quarta-feira (30), que momentos antes da colisão tinha muita poeira na estrada. Ela está internada no Hospital Municipal de Santarém (HMS), também no oeste do Estado, junto com outas três vítimas do acidente, que estavam no mesmo carro.
Segundo Ana Paula, que está com uma perna quebrada e um corte no rosto, o marido estava dirigindo em baixa velocidade. “Estava vindo da orla, a gente tinha acabado de lanchar um tacacá e voltou para pegar o Penga [apelido de Luiz, pai de uma das vítimas], em um campo de futebol. Lembro que tinha muita poeira. Só lembro disso. Logo no início quando eu estava chegando na Transamazônica, vi muito buraco naquela parte ali. Quando passou dali eu vi muita poeira, muito carro. Eu lembro que meu marido reduziu para 40 [KM/h] a velocidade, ele foi devagar", recordou. "Nesse acidente eu perdi um esposo maravilhoso e a minha filha”, lamentou a vítima.
O acidente envolvendo dois carros aconteceu no último domingo (27), no município de Itaituba. Os veículos transitavam em sentido contrário e colidiram frontalmente. O Corpo de Bombeiros informou que no total foram sete vítimas, sendo que duas morreram. Os feridos foram socorridos pela equipe e encaminhados ao hospital local.
  •  
Ex-funcionário da TV Tapajós morre em acidente na BR-230 em Itaituba (Foto: Reprodução/ TV Tapajós)O marido de Ana Paula, Fábio, ex-funcionário da TV
Tapajós, morreu no acidente
(Foto: Reprodução/ TV Tapajós)
A filha, de 13 anos, de Luiz Nascimento, era uma das passageiras do veículo que Fábio conduzia. Ela estava com quadro estável e em observação no Hospital Municipal de Itaituba, mas também foi transferida para Santarém. Segundo ele, o motorista do veículo tinha ingerido bebida alcóolica, mas estava em condições de dirigir. “O Fábio estava vindo da cidade e iria até o campo me buscar para gente voltar para a cidade. Nessa ida vinha outro carro, que creio foi desviar do buraco que tinha na estrada e eu acho que jogou para cima do carro do Fábio ocasionando o acidente. Não existe nenhuma questão de dizer que ele [Fábio] estava embriagado. Ele não estava embriagado não. Até tomou umas duas latinhas, mas não estava embriagado”, garantiu.
De acordo com Luiz a situação das vítimas do acidente é grave e o hospital não está dando a atenção adequada. “A situação delas é crítica , por causa que o hospital aqui deixa jogado, não tem um atenção adequada. A saúde pública infelizmente é uma decadência. Minha filha está sentindo dor no abdômen e na cabeça, a minha sobrinha está com suspeita de perna quebrada. Outra menina [de 7 anos] está com a perna e o braço quebrados e suspeita de traumatismo craniano. Falam que está em observação, mas vai ficar até quando? A criança não fala só se mexe. A outra está com a perna quebrada, e a Paula está com perna quebrada”.
Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que a paciente Ana Paula já realizou exames e foi avaliada por ortopedista. Ela está com fratura de tíbia e aguarda a realização de procedimento cirúrgico. Letícia Leite por ter plano de saúde na rede particular pediu alta. Rebeca e Catarina Meireles estão estáveis e foram avaliadas pelo ortopedista e neurocirurgião depois de passar por exames.
Fábio era segurança de um clube e ex-funcionário da TV Tapajós, afiliada da Rede Globo, em Santarém.Entenda o caso
O acidente de trânsito provocou a morte de duas pessoas no KM 6 da Rodovia Transamazônica (BR-203), em Itaituba, no sudoeste do Pará, por volta das 18h30 de domingo (27). Os feridos foram socorridos pela equipe e encaminhados ao hospital local
.
Reações:

0 comentários: