quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Desabafo forte e emocionado do vereador Diomar na sua volta à Câmara

O vereador Diomar Figueira voltou a participar de uma sessão ordinária da Câmara Municipal na manhã da  ultima terça feira (28).
Ele descreveu em detalhes os momentos difíceis pelos quais passou até ser operado em Santarém.
O primeiro atendimento que teve em Itaituba, depois que ele sofreu o acidente no qual fraturou a terceira vértebra cervical, foi feito pelo médico peruano chamado César.
As referências do vereador a esse médico foram muito negativas.
Diomar contou que o Dr. César lhe disse que não era nada grave.
Como ele questionou o diagnóstico inicial, o médico falou nervoso perguntando se o paciente queria saber mais do que ele.
Com a informação que não era nada grave, Diomar, que sentia muitas dores, procurou um massagista que o atendeu por duas vezes.
Ressaltou ele, que essas massagens poderiam tê-lo deixado em uma cadeira de rodas para o resto da vida, de acordo como lhe informaram outros médicos.
Só quando foi examinado pelos médicos Leonard Cabral, Manoel Diniz e Erlon foi que o vereador ficou sabendo, após os exames necessários, que tinha sofrido uma fratura grave da terceira vértebra cervical, sendo recomendado que procurasse recurso em um centro mais adiantado.
Foi então que correu para Santarém, onde foi operado pelo médico Erick Jennings e equipe, no Hospital Regional do Baixo Amazônas.
Ele ainda está convalescendo, mas, mesmo assim, como sua licença havia expirado e ele não deu entrada na renovação, ou pediu afastamento por alguns dias, voltou para reassumir sua cadeira.
Segundo disse Diomar, sobre o Dr. César existem inúmeras reclamações de pacientes que afirmam terem sido mal atendidos por ele.
Fonte: Blog do Jota Parente
Reações:

0 comentários: