sábado, 28 de fevereiro de 2015

SINTEPP X PREFEITA!

Nessa queda de braço assim como naquela antiga brincadeira do cabo de guerra onde os participantes utilizam uma corda, de um lado fica o Sintepp do outro a Gestora com um batalhão de advogados e assessores, impossível que o lado mais fraco ganhe.
Não há por parte do Executivo nenhum um tipo de acordo que seja considerado boa para a categoria dos professores, mais o Sindicato apresentou uma proposta de 25% de reajuste no salario dos servidores da educação.
No dia (26/02) aconteceu uma reunião no gabinete improvisado da prefeita onde estiveram presentes uma comissão de negociação do Sintepp e a Gestora com dois procuradores municipais, na negociação a prefeita foi muito intransigente e não quis nem saber da proposta do sindicato mandando que os mesmos voltassem ao inicio e reunissem primeiro com a secretária de educação e os técnicos da secretaria e somente após analise dos recursos eles deveriam retornar para conversar com ela.
No dia (27) o Sintepp teve nova assembleia geral com a categoria as 16:00 horas na sede da entidade onde foi deliberada e discutida essa pauta.
E a decisão da maioria absoluta foi pela greve.
 Segundo Suely,  Coordenadora do Sintepp: “o prazo já extrapolou a única proposta da prefeita é de abrir as finanças do Governo referente ao  ano de 2014 mais a categoria acha que a prefeita já teve tempo de mais e a secretária de educação foi bem clara em dizer que não tem recurso para conceder reajuste, diante desse retrato a categoria deflagrou GREVE, mais vamos cumprir o prazo que a Lei estabelece de 72 horas, na segunda de manhã vamos protocolar o documento. Na quinta feira 10:00 horas vamos convocar a categoria para que paralise todas atividades da rede municipal de ensino”.
Ainda disse que a greve será por tempo indeterminado.
Josué que faz parte da coordenação disse que o papel da coordenação é de referendar a decisão da categoria, ainda segundo ele toda situação poderia ter sido evitada  a prova maior é que a categoria sempre lutou dês do inicio o Sintepp sempre foi a favor do dialogo mais a prefeita vem protelando e isso irritou a categoria que agora quer GREVE.
Já para Celso Noronha que também é coordenador do Sintepp foi apresentado uma pauta para a categoria inclusive tudo sobre a reunião  com a prefeita e dentro da pauta estava também a greve tendo em vista que era uma exigência de boa parte da categoria que a greve fizesse parte dessa pauta pelo fato de estarem insatisfeito com o tratamento dispensado pela Gestora a toda categoria.
Segundo Celso a prefeita disse na reunião que está aberta ao dialogo, “está aberta ao dialogo mais não mostra as receitas do município” disse Celso.

O certo é que agora a revolta e indignação por parte dos educadores e servidores da educação e visível no semblante de cada um e se a prefeita continuar sendo indiferente com aqueles que são parte de sua historia essa estória não vai terminar muito bem .

Nenhum comentário: