segunda-feira, 30 de março de 2015

LEI MARIA DA PENHA CONTINUA SENDO IGNORADA EM ITAITUBA. AJUDANTE DE PEDREIRO ESPANCA MENOR DE 16 ANOS E FOI PRESO EM FLAGRANTE.

menor de  16 ANOS, ESPANCADA procurou a 19ª Seccional

Ela disse que já perdeu a conta de quantas surras levou do companheiro com quem vive amasiada há cerca de um ano. Franzina, 16 anos de idade, M.S.S esteve na 19ª Seccional denunciando Fabiano Jardim Castro.

 A menor mostrando parte do corpo com marcas da violência conta que na tarde deste sábado (28) Fabiano estava bebendo com amigos em um bar no bairro Liberdade e quando ela foi lá para pegar um dinheiro, foi espancada, inclusive jogada no chão e recebendo socos.

prestando depoimento na companhia do avô

 A agressão faz parte de uma vasta estatística que se registra em Itaituba como se a Lei Maria da Penha estivesse sendo ignorada tendo em vista que muitas mulheres têm procurado a delegacia da mulher em busca de apoio contra maridos agressores. Quando o agressor não paga fiança (que fica a critério do delegado) desce para a cadeia pública. 

guarnição sob comando do sargento Ozéias prendeu o agressor

Denunciado, o agressor conhecido por Bil, 23 anos, ajudante de pedreiro foi preso e conduzido a delegacia pela guarnição comandada pelo sargento Ozéias, sem esboçar reação.  

A vítima disse que já havia tentado se separar, mas era ameaçada por Fabiano. Preso em flagrante teve inquérito lavrado e se não pagar a fiança a partir de um salário mínimo a ser estabelecida pelo delegado poderá descer para a Cadeia pública. 

Familiares do ajudante de pedreiro estavam delegacia tentando ajudá- lo.   A menor prestou depoimento ao escrivão Raimundo na presença do Avo conhecido por Cazuza.  O sexagenário disse ao escrivão que nunca foi a favor desse relacionamento entre sua neta e Fabiano.

Reações:

0 comentários: