quarta-feira, 22 de julho de 2015

Polícia prende Novo foragido de Itaituba em Santarém!

Raimundo durante o assalto

Todos os presos estão na Seccional de Polícia Civil, onde prestarão depoimentos e serão apresentados à imprensa

Quatro integrantes da quadrilha que foram presos
Quatro integrantes da quadrilha que foram presos
Após eficiente trabalho das policiais Civil e Militar, sob o comando dos delegados Jardel Guimarães, Jamil Casseb, Germano do Vale e Thiago Rebelo, bem como de um forte aparato da Polícia Militar, cinco pessoas foram presas na tarde desta terça-feira (21), na Rua E, no bairro Jaderlândia, acusadas de participação na morte do funcionário da Funasa, Raimundo Rocha Galúcio, de 73 anos que aconteceu na manhã de hoje, no Mercantil Vanda, localizado no cruzamento da Avenida Presidente Vargas com a Travessa Antonio Justa, no bairro do Caranazal.
Os presos foram Orismar Santana (vulgo Novo, natural de Itaituba), Givanildo Santos Sousa, Danzer Jacinto da Silva, Val e Zacarias. Também foi detida uma enfermeira que estava tratando do ferimento de Novo, que foi esfaqueado por Raimundo Galúcio, além de mais seis mulheres que estavam na residência onde os bandidos estavam escondidos. Um outro elemento, que forneceu a arma usada no crime, conhecido por Fabão (traficante) está foragido, mas a Polícia já está em seu encalço.
Orismar (Novo) foi esfaqueado por Raimundo durante o assalto
Todos os presos estão na Seccional de Polícia Civil, onde prestarão depoimentos e serão apresentados à imprensa. Na operação foram apreendidos duas motocicletas, um veículo, um revólver e uma pistola, que estavam em poder dos bandidos.
O CRIME: Por volta das 11 horas da manhã desta terça-feira, o cidadão Raimundo Rocha Galúcio, de 73 anos, funcionário da Funasa, foi assassinado com um tiro na cabeça, após reagir a um assalto. Segundo informações de testemunhas, dois homens chegaram em uma moto, no estabelecimento denominado de Mercantil Vanda, no cruzamento da Avenida Presidente Vargas com Travessa Antonio Justa, no bairro do Caranazal, às proximidades da Ufopa, anunciaram o assalto. Raimundo Galúcio, que estava sem camisa e com um cordão de ouro no pescoço, reagiu ao assalto. Pegou uma faca que estava no comércio e feriu um dos assaltantes, mas seu comparsa fez um disparo com arma de fogo que acertou sua cabeça (testa).
Arma usada no crime
Arma usada no crime
Em seguida, os bandidos fugiram na motocicleta, sem levar qualquer objeto roubado. O Samu foi acionado e chegou em tempo recorde, colocaram a vítima, que ainda respirava, em uma maca e levaram para o Pronto Socorro Municipal, mas Raimundo não resistiu e faleceu ainda na ambulância. A Polícia Militar chegou ao local e está colhendo as informações com testemunhas e com o proprietário do Mercantil. Muita gente esteve no local, pois Raimundo Galúcio era bastante conhecido. Familiares (esposa, filhas e demais parentes) estavam descontrolados e pediam justiça. O corpo de Raimundo Rocha Galúcio está sendo velado em sua residência, na Avenida Presidente Vargas, em frente à Ufopa.
Fonte: RG 15/O Impacto
Reações:

0 comentários: