quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Policia procura autores de latrocínio no Bairro da Floresta em Itaituba


Na tarde desta terça feira, 10, a Policia Civil de Itaituba em parceria com a Policia Militar realizou uma operação para prender elementos acusados de participação na morte de (Francimax Pires Amorim) de 30 anos de idade.
O crime aconteceu no sábado dia 31 de outubro por voltas 23hs55min na 7ª Rua do Bairro da Floresta. Segundo informações, “Max”, como era conhecido voltava para casa, quando foi cercado por 04 elementos que queriam que o mesmo pagasse pedágio para passar pela rua, como se negou a pagar foi perseguido, alcançando e agredido covardemente, sofreu mais de 10 facadas desferidas pelos elementos, que não satisfeitos ainda bateram com um pedaço de madeira na cabeça da vitima e levaram sua carteira contento mais de 500 Reais. 
                        (golpes no braço e barriga da vitima)
Mesmo trucidado, “Max”, ainda foi levado com vida ao Hospital Municipal pelo SAMU, porem não resistiu à gravidade dos ferimentos e veio a falecer no domingo dia 01 de Novembro. “Max” estava morando em Santarém e veio há Itaituba para fazer a prova do (ENEN), mas estava trabalhando como pedreiro e naquele estava voltando do trabalho e tinha recebido e inda chegou a pagar três cervejas aos elementos. Ele deixou mulher e três filhos ainda pequenos.
                                (golpes no braço da vitima)
Após o crime começaram os trabalhos de investigações para se chegar aos elementos autores do (Latrocínio) roubo seguido de morte. O inquérito policial esta sendo presidido pela Delegada Suelen Costa que pediu a prisão preventiva de dois suspeitos de participação direta no crime (Frank e Felipe), mas os dois ainda não foram encontrados. A informação que o elemento conhecido por (Lulinha) também esta envolvido no latrocínio.
Com os dois mandados de prisão a policia foi ate há uma casa no Bairro da Floresta para prender os elementos, que não foram encontrados, na casa um menor de apedido (Shurek) foi apreendido por suspeita de participação no crime e o dono da casa (Lucas Frango) por dar abrigo ao menor. Na delegacia Lucas disse que é trabalhador e que apenas deu abrigo ao amigo. Já “Shurek” negou a participação no crime, disse que estava no local mais participou da ação, fato que foi contestado pelo pai da vitima Francisco Amorim.


                              (Lucas Frango, dono da casa)
Os dois foram ouvidos, qualificados em seguida foram liberados, mas segundo a Delegada eles serão monitorados pela policia. A delegada disse ainda que não tinha como mante-los presos por não ter mandado de prisão contra o maior e o menor ser protegido pela lei, mas se realmente for comprovado a participação do menor no crime ele será apreendido novamente e será submetido as punições de acordo com (ECA).


                                  Delegada (Suelen Costa) 
                    (menor suspeito de participação no crime)


Fonte: Blog do Junior Ribeiro/ Itaituba 

Nenhum comentário: