sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Falta de equipamentos prejudica bombeiros

Homens do Corpo de Bombeiros tiveram dificuldades para debelar incêndio na loja Fim do Mundo, no centro da cidade

Em Santarém, oeste do Pará, um incêndio que aconteceu na sexta-feira, 22, destruiu três pontos comerciais localizados no centro da cidade, que abrigavam a loja Fim do Mundo. De acordo com o comandante dos Bombeiros, a instituição foi acionada por volta de 05h30m.

“Fomos acionados via NIOP, e nossa equipe de plantão chegou ao local, precisamente 8 minutos após o chamado. Observando que a chamas se alastravam rapidamente, colocamos em prática o nosso Plano de Emergência, no qual garantiu a presença no local de todas as viaturas da corporação, e de pelo menos 60 homens no combate ao incêndio”, afirmou Comandante Cláudio.
O incêndio, que provavelmente teve início em um curto circuito, que somente poderá ser comprovado com a perícia, ganhou uma proporção de tragédia, que só não foi maior, devido a excelente atuação de homens e mulheres do Corpo de Bombeiros, que contou com apoio da Defesa Civil Municipal que disponibilizou caminhões pipas.
Populares que acompanhavam o trabalho dos bombeiros puderam observar, que em determinado momento parecia que as chamas não poderiam ser apagadas. Por precaução, comerciantes de lojas próximas ao local do incêndio, correram para retirar as mercadorias, e assim evitar o prejuízo, caso o fogo se alastrasse mais.
Depois de várias horas de trabalho e com o calor exorbitante do local, alguns militares já demonstravam exaustão. A situação ligou um alerta, e abriu a discussão sobre a falta de material e equipamento adequados para combater incêndios de grande proporção na cidade. Cadê a escada magirus e o helicóptero do grupamento aéreo? Por que não se utiliza material com espuma no combate ao incêndio, apropriado para conter grandes chamas? Esses eram os questionamentos da população e dos comerciantes que acompanhavam o trabalho dos bombeiros.
“A gente conseguiu observar a bravura e a coragem da equipe dos bombeiros no combate ao incêndio da loja. Ficamos preocupados porque eles também estavam correndo perigo de vida. Acontece que eles precisavam de equipamentos mais adequados para realizar o trabalho. Penso que já passou da hora de Santarém ter equipamentos que possibilitem o combate a incêndios de grande proporção. Grandes edifícios estão surgindo na cidade. Como os bombeiros poderão atuar caso ocorra um fato desta natureza em um desses prédios?”, argumentou João Sabino, morador do bairro Aparecida.
“O que podemos observar é que o governo do Estado não está preocupado com nossa segurança, pois além da violência estar muito grande, com assaltos e homicídios quase que diariamente, ainda existe a falta de estrutura nos órgãos de segurança. Esse problema da escada magirus é grave e nossas autoridades (Prefeito, vereadores e o deputado federal Chapadinha) devem urgentemente acionar o governador Simão Jatene para equipar melhor o Corpo de Bombeiros de Santarém, que além de servir nossa cidade, também atua em vários municípios da região Oeste. As eleições estão chegando e devemos dar a resposta nas urnas, tirando de circulação políticos que só olham para nossa cidade nesse período eleitoral.”, disse o aposentado Márcio Batista.
Algumas pessoas também falaram à nossa reportagem sobre os problemas causados pela Rede Celpa, que pode ter sido a causadora desse incêndio, devido as constantes oscilações na rede elétrica. Informações que nos foram repassadas, é que no dia que antecedeu o incêndio na Loja Fim do Mundo, mais de doze oscilações de energia foram registradas naquela área. Tal denúncia deve ser investigada pelos órgãos encarregados de elucidar esse incêndio que causou grandes prejuízos ao proprietário da loja e a outros empresários que possuem comércio às proximidades.
UM ASSASSINADO E DOIS BALEADOS EM MENOS DE DOZE HORAS EM SANTARÉM: Os crimes foram registrados na Seccional de Polícia Civil de Santarém. Elizeu Maciel Gomes, 25 anos, foi assassinado em plena via pública. O crime aconteceu na madrugada de terça-feira, 26, por volta de 02h00, na Rua Humaitá, esquina com Avenida Edivaldo Leite, no bairro Santo André, na grande área da Nova República.
Segundo informações, Elizeu estava em companhia de um menor de idade e do ex-detento Claudionei, vulgo “Peladinho”. Os três tentavam dar partida em uma moto que era roubada, quando, dois homens chegaram de moto e o carona disparou várias vezes, matando Elizeu e atingindo o adolescente.
ASSALTANTES EM APUROS: Dois homens tentaram assaltar um policial que estava à paisana. O agente da lei reagiu, conseguindo balear um dos bandidos. A dupla empreendeu fuga. Passadas algumas horas, o assaltante que não foi baleado, compareceu no Pronto Socorro Municipal (PSM), com objetivo de verificar se o comparsa tinha procurado atendimento médico. Acontece que o policial que reagiu ao assalto estava presente no PSM e reconheceu o assaltante, Sidivan Pinheiro, que foi preso na hora. Thiago Costa, que foi baleado, continua foragido.
SUSPEITO DE TER ASSASSINADO DONO DE LANCHONETE É PRESO: No sábado, 23, a Polícia Militar e a Polícia Civil de Santarém realizaram a prisão de dois homens que estavam com atitude suspeita em uma moto. A dupla foi abordada e não apresentou documentação do veículo. Verificado o chassi e a placa da moto, a Polícia constatou a adulteração.
Já na 16ª Seccional de Policia Civil, um dos homens foi reconhecido por testemunhas, como sendo o autor do homicídio que vitimou Robson Vieira. O acusado, que de início apresentou nome falso, tudo para dificultar o trabalho da Polícia Judiciária, teve sua verdadeira identidade verificada. Após minucioso trabalho da Polícia Civil, descobriu-se que na verdade tratava-se de Samuel Sousa de Oliveira. O mesmo responde por diversos crimes, inclusive uma condenação na capital Belém.
OPERAÇÃO DA PM FLAGRA DETENTOS DO SEMI-ABERTO COM ARMA E DROGAS: Os Policiais Militares do Grupo Tático Operacional (GTO), após realizarem abordagem a detentos do regime semi-aberto que retornavam para a Penitenciária Silvio Hall de Moura, na tarde de quarta-feira, 27, realizaram apreensão de drogas, dinheiro, celulares e joias, além de uma pistola automática.
Na primeira abordagem, o preso Rainor Rodrigues de Lucena, foi flagrado com 4 tabletes de drogas, sendo 2 tabletes de maconha e 2 tabletes de pasta base de cocaína. Para dar entrada no presídio, o detento escondeu o material entorpecente no tênis, por debaixo da palmilha.
Por volta de 18h40m, os militares do GTO abordaram dois detentos que estavam no interior de um veículo da marca Saveiro, cor preta, conduzido pelo o presidiário Alberto Cantuário Silva, e tendo como carona o presidiário Jocivan Prata da Silva. Na revista ao veículo, foi encontrado no porta luvas, uma pistola com carregador contento 10 munições. Ainda no interior do veículo, os policiais encontraram R$ 350,00, dois aparelhos celulares, uma pulseira e um cordão de ouro.
A PM apresentou os presos na 16ª Seccional de Polícia Civil para procedimentos legais. O delegado plantonista Jardel Guimarães, juntamente com sua equipe efetivou o flagrante. O detento Rainor responderá por tráfico de drogas, e Jocivan, que assumiu que a pistola lhe pertencia, responderá por posse ilegal de arma. A Justiça deverá pedir que os mesmos percam o direito ao regime semi-aberto.

Por: Edmundo Baía Junior

Nenhum comentário: