quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Vereador suspeito de homicídio se entrega

A Justiça prorrogou por mais 30 dias a prisão temporária do vereador Jailton Farias, do município de Santana do Araguaia, no sudeste paraense, suspeito de envolvimento no homicídio do pecuarista Wagner Pereira da Silva, ocorrido em junho do 2015. O parlamentar esteve foragido até a última segunda-feira (25), quando se apresentou à polícia acompanhado de seu advogado.
O pecuarista foi encontrado morto dentro a própria residência, localizada da vila Mandi, no próprio município. As investigações apontaram o cunhado da vítima, Ilson Alves de Farias, como o mandante do crime. Algumas armas utilizadas no homicídio foram encontradas na propriedade do vereador, que também está sendo acusado de posse ilegal de arma de fogo.

Além deles, também foram presos Jair José de Farias, pai do vereador, e Antônio de Castro Silva, segurança e vaqueiro de Jailton. A polícia ainda busca os foragidos Odilei Farias, irmão do parlamentar, e Cássio Barcelos Legal, pistoleiro apontado como o executor do pecuarista.

Nenhum comentário: