terça-feira, 29 de março de 2016

Passageiro britânico tira foto com sequestrador de avião do Egito

Foto de passageiro britânico ao lado de sequestrador de avião da Egyptair circula pelas redes sociais (Foto: Reprodução/ Twitter)

Imagem mostra sequestrador com falso cinto de explosivos.
Sequestro de aeronave que saiu de Alexandria durou cerca de sete horas.
Do G1, em São Paul
Um passageiro britânico do avião da companhia aérea egípcia Egyptair que foi sequestrado nesta terça-feira (29) tirou uma foto com o homem responsável pela ação. Na imagem, que está sendo compartilhada em redes sociais, o homem identificado como Ben Innes aparece sorridente ao lado do sequestrador com um cinto de explosivos amarrado ao corpo, que foi confirmado como sendo falso pelas autoridades cipriotas.
A aeronave, que faria a rota Alexandria-Cairo, no Egito, foi sequestrado nesta madrugada com 81 pessoas a bordo. O sequestro terminou após cerca de sete horas de negociações no Chipre, para onde o voo foi desviado.

De acordo com o jornal "Telegraph", a irmã de Ben, Sarah Innes, confirmou que se tratava de seu irmão pelo Twitter, mas depois apagou a sua conta na rede social. A mãe de Ben, Pauline Innes, disse ao jornal que não comentaria o caso até que seu filho chegasse de volta em casa, e comentou apenas que a foto não é uma selfie, ao contrário do que tem sido divulgado pela imprensa internacional.
"Tudo o que podemos dizer é que a foto claramente não é uma selfie como todo mundo está dizendo. Você pode ver claramente que não é Ben que está tirando a foto. Ele está nela, mas não tirando", disse.

A foto foi enviada por WhatsApp por Ben a um amigo, de acordo com o jornal "Daily Mail", e foi parar nas redes sociais.

A Egyptair disse que ao menos 21 estrangeiros de oito nacionalidades viajavam no avião: oito norte-americanos, quatro holandeses, quatro britânicos, dois belgas, um francês, um sírio e um italiano.
'Ação individual'
O sequestrador foi descrito pelas autoridades egípcias como "psicologicamente instável". "Nada disso tem a ver com terrorismo. É a ação individual de uma pessoa psicologicamente instável" afirmou o secretário da chancelaria cipriota, Alexandros Zenon. O presidente cipriota já tinha descartado qualquer relação com o terrorismo.

Homem que seria o sequestrador do avião da Egyptair deixa o Airbus A320 após negociação no Aeroporto de Larnaca, no Chipre (Foto: Yiannis Kourtoglou/Reuters)
O Ministério de Negócios Estrangeiros do Chipre o identificou como Seif Eldin Mustafa.
A aeronave, um Airbus A320, decolou do Aeroporto Burg al Arab, em Alexandria, foi desviada de sua rota por volta de 8h30 (horário local) e pousou no Aeroporto de Larnaca, no Chipre, 20 minutos após o comandante Omar Yamal avisar a torre de controle cipriota.
O avião ficou estacionado em uma área isolada e foi observado de longe por policiais enquanto aconteciam as negociações, que começaram logo após a aterrissagem da aeronave.
Os passageiros e a tripulação foram liberados aos poucos. Sete horas depois do pouso, o sequestrador deixou a aeronave com as mãos para cima e foi preso.


Nenhum comentário: