sexta-feira, 27 de maio de 2016

Moradores do Distrito de Campo Verde realizam ato pela vida no transito

O ponto de concentração foi em frente à Escola Engenheiro Francisco Barros, onde os organizadores do ato público se concentraram às 7h da manhã, e logo foi possível notar uma grande aglomeração de moradores no local.
 A principal motivação do protesto foi a triste tragédia ocorrida no início do mês com uma mãe de família e moradora do distrito, Sirlene Damascena que foi vítima de uma forte colisão com uma carreta na BR e morreu no local

 Os comunitários se deslocaram pelas principais ruas do distrito para chamar a atenção das autoridades, na pauta de reivindicações, eles pediram sinalização semafórica, lombadas entre outros elementos que possam diminuir a velocidade dos caminhões que colocam em risco a vida dos moradores.

Moradores de da comunidade Cristo Rei que fica cerce de 9 km de campo verde, também participaram do protesto, e relatam que sofrem os mesmos impactos os mesmos participaram do ato que ocorreu em setembro de dois mil e quinze que resultou no fechamento da BR, várias reivindicações foram feitas promessas foram realizadas, mas não foram cumpridas e hoje as comunidades sofrem.
O protesto que reuniu cerca de mil pessoas, após uma parada na rotatória, seguiu pela BR 163 o principal corredor para o escoamento de grãos e parou no local do acidente, onde foi feito uma oração, e durou cerce de duas horas em meia.

Por  Lorimar santos

Nenhum comentário: