terça-feira, 28 de junho de 2016

Vocalista maranhense é morta em duplo homicídio em Altamira

Eva Braga foi assassinada por ser testemunha de um crime passional
  Eva Braga era Chapadinhense, ela já teve passagens como vocalista em alguns grupos musicais da cidade, atualmente ela residia em Altamira, no Pará. De acordo com o site TV Cidade SBT, ela pode ter sido morta inocentemente.

O crime foi na noite de domingo (26), no RUC Laranjeiras e segundo testemunhas, o assassino, ao deixar o local ainda saiu avisando a vizinhança, que tinha matado duas pessoas é que chamassem a Polícia, em seguida fugiu.
Sabendo que havia uma criança de colo na residência, vizinhos correram desesperados para a casa, encontraram duas mulheres mortas, uma no quarto e outra na sala, a criança um menino de 1 ano e quatro meses estava ilesa, deitada e dormindo em um berço.
Denildo Andrade confessou friamente ter matado as duas mulheres
A PM e o IML foram acionados já por volta das 23h, o autor do crime ainda tentou fugir sentido Brasil Novo, porém, uma guarnição conseguiu interceptar e prender o autor confesso do crime. Ele é Denildo Oliveira Andrade, de 28 anos e já está à disposição da Justiça. Na Seccional Urbana de Altamira ele confessou o crime.
“Matei elas duas, usei uma faca só” disse Denildo.
O motivo do crime seria passional, uma traição por parte de Lúcia Pereira, esposa do acusado. Eva Braga, de 26 anos, que também estava na casa foi assassinada na sala. Ela era amiga de Lúcia, ambas estavam despidas. O caso segue sob investigação da Polícia Civil da cidade.
O RUC Laranjeiras é um dos 5 reassentamentos urbanos coletivos, construídos pela Norte Energia, onde moram famílias que antes ocuparam áreas de baixões e pontos onde foram afetados pelo lago da usina de Belo Monte.

Fonte: RG 15/O Impacto e BR Notícias

Nenhum comentário: