terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Marisa Letícia sofre AVC e é internada no Sírio-Libanês

A ex-primeira-dama Marisa Letíciaesposa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), sofreu nesta terça-feira um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico e foi internada no Hospital Sírio-Libanês, no centro de São Paulo. De acordo com o hospital, ela foi levada à sala de emergências da unidade, onde passa por um procedimento de cateterismo. 
Segundo pessoas próximas a Lula, Marisa vinha reclamando há um tempo de picos de pressão alta. Ela sofreu um sangramento cerebral por volta das 15h15 quando estava em casa, em São Bernardo do Campo (SP). Inicialmente, foi levada de ambulância para um pronto-socorro da cidade do Grande ABC, mas, devido à gravidade do caso, foi logo encaminhada ao Sírio-Libanês.
O cardiologista Roberto Kalil Filho, que cuida da família Lula, afirmou  que os médicos estão tentando estancar o sangue da veia que estourou no cérebro de Marisa em decorrência de um aneurisma (dilatação anormal de um vaso sanguíneo). O ex-presidente Lula, que estava num evento da Central Única dos Trabalhadores (CUT) nesta manhã, foi ao hospital acompanhar a mulher.
Em março de 2016, quando foram divulgadas pela Operação Lava Jato conversas sigilosas entre Lula e a ex-presidente Dilma Rousseff, Marisa também foi internada às pressas no Hospital Sírio-Libanês. À época, a justificativa foi que ela havia sido infectada pela gripe H1N1, mas foi medicada e liberada.

Justiça

Marisa Letícia é ré em duas ações penais na Operação Lava Jato. Na primeira, ela é acusada de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por uma reforma feita pela construtora OAS em um tríplex do Guarujá (SP) que supostamente pertenceria a ela e Lula.
Já a segunda diz respeito às relações do casal com outra empreiteira, a Odebrecht. Segundo a denúncia da procuradoria, a empreiteira de Marcelo Odebrecht teria beneficiado ilicitamente o casal em dois momentos: na compra de um terreno para a construção do Instituto Lula e na aquisição de um segundo apartamento, contíguo à cobertura onde o casal vive, em São Bernardo do Campo (SP).
Reações:

0 comentários: