segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Pará critica MP de Temer que altera limites de florestas do estado

Segundo governo cerca de 400 projetos podem ser inviabilizados.
Reunião deve debater alteração proposta pelo governo federal.
O governo do Pará solicitou a revisão da medida provisória assinada pelo presidente Michel Temer que muda os limites de quatro Unidades de Conservação (UCs) no sudoeste do Pará. A comitiva paraense, composta pelos secretários Adnan Demachki, Luis Fermnamdes Rocha e pelo senador Flexa Ribeiro foram recebidos pelo secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia na quinta-feira (12).
Segundo estado, a medida provisória que cria a Área de Proteção Ambiental (APA) do Jamanxim, em Novo Progresso, altera os limites do Parque Nacional do Rio Novo e da Floresta Nacional do Jamanxim para atender ao projeto de construção de uma ferrovia que liga Sinop, no Mato Grosso, ao porto de Miritituba no Pará.
Acontece que a mudança dos limites do parque e da floresta inviabilizam, na avaliação do estado do Pará, mais de 400 projetos importantes para o desenvolvimento do estado, como o projeto de mineração de ouro Tocantizinho, em Itaituba.
Ainda de acordo com o governo, a empresa multinacional Eldorado Gold Corporation, do Canadá, já realizou pesquisas e investiu cerca de R$ 200 milhões no projeto, que deve gerar 600 empregos diretos na região. O objetivo é investir, no total, cerca de US$ 503 milhões na região.
“Não podemos penalizar um projeto que vai gerar emprego e renda para a população paraense, ao mesmo tempo em que não podemos penalizar um projeto importante como a Ferrogrão”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia Adnan Demachki. “Mas, há alternativas que beneficiam os dois projetos e foi isso que viemos mostrar aqui”, conclui.
Durante a reunião, foram sugeridas propostas para a correção da falha, inclusive o impedimento da MP no Congresso Nacional. Os secretários Adnan Demachki e Luiz Fernandes mostraram, com mapas, que ainda há grande número de áreas disponíveis para a ampliação do Parque do Jamanxim, sem que necessariamente a região do projeto seja afetada. Uma nova reunião está prevista para ocorrer nesta sexta-feira (13).

Fonte: G1 PA.
Reações:

0 comentários: