Postagem em destaque

Helder deve ser julgado nesta quinta-feira pelo TRE

Ministro é acusado de abuso de uso indevido dos meios de comunicação O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB), dever...

quinta-feira, 23 de março de 2017

Jornalista Jeso Carneiro sofre intimidação em Santarém

O jornalista Jeso Carneiro, editor do blog do Jeso, um dos mais conceituados meios de comunicação da Amazônia, sofreu uma nova tentativa de intimidação. O ato covarde desta vez foi contra o seu carro, que estava estacionado em frente à sua residência, localizada na travessa Silva Jardim, no bairro Aldeia, em Santarém, no oeste do Pará. Ação foi durante a madrugada. Os criminosos usaram tinta à óleo preta jogada sobre a parte dianteira do veículo, causando prejuízos materiais cujos valores ainda não foram calculados.

Foi a quarta tentativa de intimidação sofrida pelo jornalista, contando o incêndio no prédio do extinto jornal ‘A Gazeta de Santarém’.

O último atentado sofrido pelo jornalista foi em 2008, quando sua residência sofreu uma tentativa de incêndio. Este crime até hoje não foi desvendado e os criminosos permanecem anônimos e impunes.


Jeso Carneiro já solicitou imagens das câmeras de seguranças de estabelecimentos vizinhos à sua casa para tentar identificar os autores de mais este atentado covarde, que tentam calá-lo.

O jornalista tem publicado em seu blog, diversas matérias sobre a prática de nepotismo na administração do atual prefeito de Santarém, Nélio Aguiar (DEM), cujo padrinho político, o ex-prefeito Lira Maia.

Jeso tem recebido muitas ameaças anônimas desde que passou a mostrar os nomes de pessoas ligadas à família de Maia que incham a folha de pagamento da Prefeitura na atual gestão. Há cerca de um mês, ele sofreu uma ameaça feita pelo presidente do DEM no município, o chefe de gabinete de Nélio e sobrinho de Lira Maia, o ex-vereador Erasmo Maia.

Apesar das constantes ameaças e intimidações, o jornalista afirma que vai continuar com o seu trabalho, sempre pautado no seu bem maior: a verdade!
Reações:

0 comentários: