Postagem em destaque

Helder deve ser julgado nesta quinta-feira pelo TRE

Ministro é acusado de abuso de uso indevido dos meios de comunicação O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho (PMDB), dever...

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Manifestação leva milhares de pessoas às ruas de Santarém

Com faixas, cartazes e gritando palavras de ordem, milhares de pessoas foram às ruas na manhã desta sexta-feira (28), em Santarém, no oeste do Pará, atendendo ao chamado das centrais sindicais e movimentos sociais à greve geral em protesto contra as reformas trabalhistas e da Previdência, que tramitam no Congresso Nacional, e a Lei da Terceirização. A manifestação ocorre simultaneamente nos 25 estados e mais o Distrito Federal.

A greve de um dia foi convocada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Intersindical, Central e Sindical Popular (CSP/Conlutas), União Geral dos Trabalhadores (UGT), Força Sindical, Nova Central, Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) e Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB).

A paralisação atinge serviços públicos e instituições privadas. Em Santarém, o transporte coletivo funcionou normalmente, mas foi afetado pela manifestação nas ruas. A Polícia Militar estimou que pelo menos duas mil pessoas participaram do movimento nesta manhã. Os organizadores elevam esses números para 6 mil. A concentração ocorreu em pontos diferentes da cidade, sendo que as praças da Bandeira e Matriz reuniram mais gente.

Aqui, a manifestação foi pacífica e seguiu por algumas ruas do centro da cidade. Os participantes gritavam frases como ‘Fora Temer’ e criticavam o atual governo.
Reações:

0 comentários: